Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Pressionado, Palmeiras sofre virada

| 08/05/2014 | 09:21

Sob pressão nas últimas semanas, o Palmeiras voltou a vacilar na quarta-feira na Copa do Brasil. Jogando fora de casa, saiu na frente contra o Sampaio Corrêa, em São Luís, e chegou a sonhar com o segundo gol para evitar o jogo da volta. No entanto, levou dois gols em três minutos e perdeu, por 2 a 1, na partida de ida da segunda fase.

Foi a terceira derrota consecutiva do time comandado por Gilson Kleina, que vê aumentar a pressão pela demissão. O treinador vem sendo contestado por torcedores e até por parte dos conselheiros do clube – nesta semana foi cogitado o retorno de Vanderlei Luxemburgo. O jogo de volta será na próxima quarta-feira, no Pacaembu.

Precisará vencer por 1 a 0 ou por dois gols de diferença para avançar à terceira fase da competição. Palmeiras e Sampaio Corrêa fizeram um primeiro tempo insosso, sem bom nível técnico, sem lances de perigo e sem grandes atrativos, apesar da motivação dos donos da casa. O time maranhense tentava impor correria na etapa inicial, mas a apatia palmeirense neutralizava o futebol e não dava margens para empolgação da torcida.

Pressionado, Gilson Kleina resolver dar novas opções ao Palmeiras no segundo tempo. E trocou o volante Josimar pelo atacante Diogo. Mas foi o Sampaio Corrêa quem criou as melhores chances depois do intervalo. O goleiro Fábio, porém, mostrou serviço para evitar o gol dos anfitriões, aos 7 e aos 17 minutos.

E, justamente quando o Sampaio Corrêa vislumbrava o gol, o Palmeiras buscou o ataque e balançou as redes aos 20 minutos. Mendieta deu grande passe para Henrique, que não hesitou e bateu na saída do goleiro Rodrigo Ramos: 1 a 0. Recém-contratado, o atacante marcou o segundo gol em dois jogos, após anotar logo na estreia, contra o Flamengo, no último domingo.

Mas, assim como aconteceu no fim de semana, o Palmeiras voltou a ceder a virada. Aos 36, Edimar aproveitou cruzamento de Arlindo e cabeceou para as redes: 1 a 1. Três minutos depois, Edgar avançou pela área palmeirense, diante da fraca marcação, e bateu no canto, sem dar chance para o goleiro Fábio e garantindo a vitória dos donos da casa: 2 a 1 e festa do clube maranhense.


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/pressionado-palmeiras-sofre-virada/
Desenvolvido por CIJUN