Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Santos e Corinthians vira o clássico dos opostos neste domingo (10)

FOLHAPRESS | 10/03/2019 | 05:06

Com mais posse de bola, gols marcados e finalizações, o Santos tem também números defensivos semelhantes aos do Corinthians no Campeonato Paulista. O clube do Parque São Jorge repatriou Fábio Carille para repetir a mágica de 2017, quando teve a melhor defesa do país. As duas equipes se enfrentam, neste domingo (10), às 16 horas, no Itaquerão.
Comandado por Jorge Sampaoli, o Santos tem o melhor ataque do torneio (19 gols), é quem tem maior posse de bola (média de 64%) e o segundo que mais finaliza ao gol (16 por partida, atrás do Red Bull).
Os números são superiores aos do Corinthians, que anotou oito gols (10º lugar no ranking), é o segundo que menos finaliza (8,8 de média) e tem 57% de posse de bola por jogo.
Mesmo atacando mais, o Santos tem números defensivos melhores que os do rival. Os dois sofreram oito gols no Paulista até agora, mas o visitante deste domingo é a equipe que menos permite finalizações do adversário no Estadual (7,7 de média), contra 12,7 do Corinthians.
Com 22 pontos, o Santos possui a melhor campanha do Estadual. O que antes da temporada não era esperado. Em entrevista à reportagem, o próprio presidente do clube, José Carlos Peres, previu ano “extremamente difícil” por causa da falta de dinheiro.
O Corinthians esperava repetir o que fez no ano passado, quando foi campeão, comandado pelo mesmo Fabio Carille. Ainda é possível. Com 14 pontos, pode ficar perto da classificação se vencer o clássico. O Santos já se garantiu nas quartas de final.
“Conheço bastante o Corinthians. Estamos analisando a partida que já jogamos contra eles e a partida contra o Racing. Sabemos que vai ser um clássico intenso, entre equipes com estilos diferentes. O Corinthians nos conhece muito bem”, disse Sampaoli após a goleada por 4 a 0 sobre o América-RN, na última quinta (7). O resultado classificou o time para a 3ª fase da Copa do Brasil.
Antes do início do Estadual, Santos e Corinthians se enfrentaram em amistoso também no Itaquerão. Empataram em 1 a 1. Foi o primeiro jogo de Sampaoli no futebol brasileiro.
O trabalho do argentino tem sido elogiado desde então por ter conseguido dar padrão de jogo para elenco de poucos reforços, que perdeu seus melhores atacantes (Bruno Henrique e Gabriel) e terminou 2018 sem nenhum título.
Carille reconhece a qualidade do trabalho desenvolvido pelo rival, mas confessa se sentir incomodado quando é dito que ele apresenta inovações no futebol brasileiro.
“Por característica, não deve ter 5% de técnicos que façam o que ele faz. Algumas coisas que incomodam é uma boa parte da imprensa falar como inovação. É um trabalho de início brilhante, mas é falta de respeito com o que Fernando Diniz fez no Audax, tirando Palmeiras e Corinthians, e jogando melhor que o Santos [na final do Campeonato Paulista de 2016]. Assemelham-se as ideias”, ressalta o corintiano.

Fábio Carille, técnico do Corinthians (Foto: Folhapress)

Fábio Carille, técnico do Corinthians (Foto: Folhapress)


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/santos-e-corinthians-vira-o-classico-dos-opostos-neste-domingo-10/
Desenvolvido por CIJUN