Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Santos faz planos para reduzir número de estrangeiros no time

FOLHAPRESS | 30/05/2019 | 07:00

O Santos está perto de anunciar a contratação do centroavante colombiano Fernando Uribe, do Flamengo, que chega para ser o nono estrangeiro no elenco do Peixe. Mesmo com o rodízio imposto pelo técnico Jorge Sampaoli na equipe titular, o Santos mira negociar até metade dos jogadores, já que apenas cinco podem ir a campo por jogo.

Atualmente, o Santos conta com os colombianos Felipe Aguilar, Jonathan Copete e Fernando Uribe, o uruguaio Carlos Sánchez, o venezuelano Yeferson Soteldo, o peruano Christian Cueva, o paraguaio Derlis González, o costarriquenho Bryan Ruiz e o equatoriano Jackson Porozo, que apesar de integrar o time sub-20 chegou a ser inscrito no Paulistão.

A prioridade santista é “se livrar” de Bryan Ruiz e Copete, que juntos representariam uma economia mensal de cerca de 700 mil reais. O costarriquenho não aguentou o ritmo de treinos de Jorge Sampaoli e pediu para ser negociado. O Peixe sonha com um bom desempenho dele pela Costa Rica na Copa Ouro para abrir as portas do mercado americano, de onde já recebeu algumas sondagens.

Já Copete, que não foi lembrado pela seleção da Colômbia para a Copa América, perdeu espaço na equipe santista justamente pelo excesso de estrangeiros. O jogador quer voltar para o Atlético Nacional, de onde veio para o Peixe, e já chegou a conversar com dirigentes do clube colombiano. O Santos não irá dificultar a saída em definitivo.

O Santos também não descarta vender o equatoriano Porozo, que disputa o Mundial Sub-20 com o Equador. O defensor vem sendo convocado para a seleção principal do país e esteve na pré-lista da Copa América. O Santos já recebeu sondagens da Europa pelo atleta, mas avalia que o zagueiro irá se valorizar ainda mais disputando o Mundial e aguarda a proposta certa.

O meia Christian Cueva e o paraguaio Derlis González, em menor escala do que os outros três, também podem deixar o Santos. Apesar de ter chegado neste ano, o peruano chama a atenção do futebol chinês já desde antes de ser contratado pelo Peixe. Caso se destaque na Copa América e receba uma boa proposta, acima dos R$ 26 milhões que o Santos concordou em pagar por ele, pode ter sua passagem pelo Peixe encurtada.

Já o paraguaio Derlis González, que está emprestado pelo Dínamo de Kiev, da Ucrânia, até o meio do ano que vem, está focado em fazer uma boa Copa América. Segundo o presidente José Carlos Peres, o jogador quer ser liberado pelo Santos na segunda-feira após a partida contra o Ceará para se juntar aos treinamentos do Paraguai.

“Jogadores sabem, temos conversado (pelo adiamento da liberação). Quem quer ser liberado é o Derlis, quer fazer boa Copa. E até surgir negociação grande para ele. Queremos todos dia 6. Conversaremos com Derlis. Ele está certo, todos querem ir, mas não pode prejudicar o clube”, disse o mandatário após reunião do Conselho Deliberativo na segunda-feira.

Derlis não tem interesse em retornar ao Dínamo, mas não esconde que deseja voltar à Europa um dia. Depois de pedir para deixar o Santos no início do ano e resolver ficar após conversa com Sampaoli, o paraguaio se tornou referência do Peixe durante o Paulistão, mas caiu de produção no Brasileiro e trocou os gols e assistências por cartões e suspensões.


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/santos-faz-planos-para-reduzir-numero-de-estrangeiros-no-time/
Desenvolvido por CIJUN