Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

São Paulo ficará quase 40 dias sem jogar se for eliminado

DAS AGÊNCIAS | 19/03/2019 | 08:00

A torcida do São Paulo corre o risco de ficar até 39 dias sem ver seu time jogar em 2019. Uma forçada e indesejada intertemporada será inevitável em caso de uma eliminação do Tricolor logo na primeira fase do Campeonato Paulista, algo que passou a assombrar o clube após a derrota para o Palmeiras, no último sábado.
A situação de momento no Grupo D do Paulistão é a seguinte: o São Paulo ocupa o segundo lugar, com 14 pontos, três a menos que o líder Ituano e dois a mais que o Oeste, que perdeu para o Corinthians no domingo – o Botafogo é o lanterna, com oito pontos.
Apesar da má campanha, o Tricolor depende só de si para alcançar as quartas de final. Uma vitória na 12ª e última rodada da primeira fase, diante do São Caetano, na próxima quarta-feira (20) no Estádio Anacleto Campanella, garante a vaga.
Além do Paulista, o São Paulo tem o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil como torneios restantes em seu calendário neste ano, uma vez que foi eliminado na segunda fase preliminar da Copa Libertadores. Portanto, se não se classificar às quartas de final do Paulista, o São Paulo só voltaria a campo para uma partida oficial na estreia do Brasileirão. A primeira rodada tem jogos marcados para os dias 27, 28 e 29 de abril. A CBF já definiu os confrontos, mas ainda não confirmou as datas em que eles serão disputados.
Caso enfrente o Botafogo em 29 de abril, o Tricolor terá ficado 39 dias sem atuar desde o confronto com o São Caetano. Na Copa do Brasil, o São Paulo irá estrear somente em maio, já pelas oitavas de final. “Na quarta-feira temos uma partida contra uma equipe que briga contra o rebaixamento. Precisamos provar que somos capazes de classificar e mostrar evolução”, diz Mancini.

RETROSPECTO RUIM
Fora da Copa Libertadores da América, em má fase no Campeonato Paulista e ainda sem contar com Cuca no dia a dia, o São Paulo passou a olhar para o futuro. Dirigentes se apegam ao Campeonato Brasileiro como o objetivo da temporada, argumentando que haverá tempo para reformular o elenco e encontrar um estilo de jogo nos treinamentos. Um discurso que pode até conter otimismo, mas que na verdade escancara os problemas do clube em 2019.
Cuca será o terceiro treinador do time no ano. E o elenco já está cheio de falhas. Bruno Peres quase foi devolvido à Roma em dezembro, mas ficou e foi titular na Libertadores.
Diego Souza foi artilheiro em 2018, seria banco de Pablo na visão de André Jardine, mas acabou escalado ao lado do reforço e logo depois foi negociado por não se encaixar no que pensa Cuca.
Havia a necessidade de contratar um segundo volante. Miraram em Willian Arão, mas fracassaram. (Das Agências)

SÃO PAULO, SP, 16.03.2018: SÃO PAULO-PALMEIRAS -  Pablo - Partida entre São Paulo e Palmeiras, válida pela 11ª rodada do Campeonato Paulista, no estádio Pacaembu (Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho), em São Paulo (SP). (Foto: Luis Moura / WPP/Folhapress)


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/sao-paulo-ficara-quase-40-dias-sem-jogar-se-for-eliminado/
Desenvolvido por CIJUN