Esportes

Thiem bate Nadal, e Australian Open terá finalista inédito

Foto-diario-marca
Crédito: Reprodução/Internet
O número 1 do mundo, Rafael Nadal, 36, está fora do Australian Open, após perder nesta quarta-feira (29) para o austríaco Dominic Thiem por 3 a 1 -7/6 (3), 7/6 (4), 4/6 e 7/6 (6)-, em uma quartas de final que durou mais de 4 horas. Na semifinal, Thiem enfrentará o alemão Alexander Zverev, que mais cedo venceu Stan Wawrinka por 1/6, 6/3, 6/4, 6/2 para chegar a sua primeira semi de um Grand Slam. Do outro lado da chave, Novak Djokovic encara Roger Federer. Com isso, o Australian Open terá pelo menos um nome inédito em sua final, seja ele Zverev, 22, ou Thiem, 26, que já fez duas decisões de Slam na carreira, ambas no saibro de Roland Garros e perdidas para Nadal. A partida entre o austríaco e o alemão acontece na manhã do próximo sábado (1º), enquanto o jogo entre o suíço e o sérvio está marcado para a manhã de sexta-feira (31), ambos transmitidos pelo canal ESPN. Com a derrota desta quarta em Melbourne, Nadal, que tem 19 Slams na carreira, perde uma chance de igualar o recorde de 20 de Federer. O espanhol também perderá pontos no ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), já que na última temporada chegou à decisão do torneio, e pode ser ultrapassado por Djokovic. Para isso acontecer, o sérvio, recordista de títulos na Austrália (7) e atual número 2 do mundo, precisa vencer pela segunda vez seguida o torneio. Foi o 14º encontro entre Nadal e Thiem, apenas o segundo em quadra de piso duro, o primeiro destes vencido pelo austríaco. No retrospecto geral, a vantagem é do maior vencedor da história do saibro, que tem 9 triunfos sobre o adversário. O revés não impede que o espanhol, que tem apenas uma conquista na Austrália em toda carreira (2009), busque a marca de Federer ainda nesta temporada. Ele terá mais uma chance no próximo Grand Slam do ano, Roland Garros em maio, torneio do qual ele é recordista de títulos, com 12 troféus -isso, claro, caso o suíço não seja campeão no torneio de Melbrourne.

Notícias relevantes: