Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Tite aposta nos veteranos para encarar o time peruano

DAS AGÊNCIAS | 07/07/2019 | 12:00

O técnico Tite tem sobrevivido na seleção brasileira apesar da eliminação nas quartas de final do Mundial. Um ano depois, já distante do prestígio que exibia ao embarcar para a Rússia, ele busca conquistar seu primeiro título com a seleção e recuperar o crédito perdido. Ainda que a campanha tenha tido seus sobressaltos e vaias, vencer a Copa América daria força ao técnico, sobretudo com uma taça erguida sem a presença de Neymar, cortado por contusão.

Já um fracasso na decisão contra o Peru, às 17h (de Brasília) deste domingo (7), no Maracanã, pode ser o fim da linha para o técnico e para alguns de seus comandados.

Diante da pressão de triunfar em casa, especialmente após o fracasso na Rússia, Tite decidiu retardar a renovação do grupo. O planejamento estabelecido fala em “miniciclos” até 2022, ou seja: a prioridade é ganhar agora e deixar a próxima Copa do Mundo para depois.

Mantido o elenco atual até a disputa no Qatar, os atletas teriam em média 30,7 anos no Mundial, o que significaria a maior marca do Brasil em toda a história do Mundial. Esse número provavelmente será reduzido ao longo das próximas três temporadas, com ou sem Tite, mas ilustra a ideia de que se deu preferência ao curto prazo.

O setor mais velho do time é a zaga. Do quarteto defensivo que começou a Copa América como titular, só Marquinhos, 25, tem menos de 33 anos. A proteção à meta de Alisson e ao emprego do comandante funcionou até aqui, e a seleção chega à final com a marca de nenhum gol sofrido em cinco jogos.

Mas não há apenas caras conhecidas. Deu espaço a atletas como Arthur, 22, peça-chave no meio-campo, e Everton, 23, atacante que acabou ficando com a vaga de Neymar no time titular e se tornou o xodó da torcida verde-amarela.

ESCALAÇÃO
3 Brasil: Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro (Filipe Luís); Casemiro; Arthur, Philippe Coutinho, Gabriel Jesus e Everton; Roberto Firmino. T.: Tite
3 Peru: Gallese; Advíncula, Zambrano, Luis Abram e Trauco; Tapia, Yotún; Carrillo, Cueva e Edison Flores; Paolo Guerrero. T.: Ricardo Gareca.

**ARQUIVO*** RÚSSIA 13.06.2018 – O técnico Tite durante treino dos jogadores da seleção brasileira, na Rússia. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)


DAS AGÊNCIAS
Link original: https://www.jj.com.br/esportes/tite-aposta-nos-veteranos-para-encarar-o-time-peruano/
Desenvolvido por CIJUN