Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Um grande favorito atrás do tetracampeonato

| 15/05/2014 | 05:00

O futebol alemão tem muita tradição em Copas do Mundo. Não somente pelos três títulos (1954, 1974 e 1990), mas por chegar na maioria das vezes entre os quatro primeiros (foram quatro vice-campeonatos, quatro terceiros lugares e um quarto lugar). Ou seja, das 18 participações em mundiais, chegou no mínimo até a semifinal 14 vezes.

Nas três últimas edições, foi vice-campeã em 2002 e terceira colocada em 2006 e 2010. A atual geração chega à terceira Copa experiente e entre os favoritos. Jogadores de talento como Lahm e Schweinsteiger ganham a companhia de Neuer, Thomas Müller, Kedira, Özil e cia, além de revelações como Mario Goetze e Marco Reus.

No ataque, o veterano Klose é a esperança de gols. Esses fatores credenciam a Alemanha a buscar o tetracampeonato, dividindo o favoritismo com Brasil, Argentina e Espanha. Dois fatores, porém, preocupam os germânicos. O primeiro, a sequência de lesões, que deixou alguns jogadores fora, como o atacante Mario Gomes.

O técnico Joachim Löw vem destacando a preocupação com esse fator nas entrevistas, tanto que convocou 30 jogadores para poder definir os 23 que virão ao Brasil. Outro ponto de atenção são os adversários do Grupo G: Portugal de Cristiano Ronaldo e os emergentes Gana e Estados Unidos, que nos últimos anos vêm assustando os favoritos.


Link original: https://www.jj.com.br/esportes/um-grande-favorito-atras-do-tetracampeonato/
Desenvolvido por CIJUN