Esportes

Vôlei feminino busca o único título que falta


2014-09-22_20-27-09_1
Crédito: Reprodução/Internet

A seleção feminina de vôlei inicia nesta terça-feira (23) na Itália a busca pelo único troféu importante que ainda não tem na galeria. Bicampeã olímpica, vencedora do título do Grand Prix de 2014 e com outra dezena de ouros internacionais acumulados, falta à equipe de José Roberto Guimarães o título Mundial.

A seleção estreia no torneio nesta terça-feira, às 15h (de Brasília), contra a Bulgária, em Trieste, ao nordeste da Itália, perto da divisa com Croácia e Eslovênia. Nos dois últimos campeonatos mundiais (2006 e 2010), as brasileiras ficaram com a prata. Em ambas as decisões, foram derrotadas pelas arquirrivais russas.

“Não existem polêmicas e comparações. Existe, sim, um time que é extremamente competitivo, a Rússia, que ganhou duas edições consecutivas do Mundial. Mas nós vencemos a Rússia nos dois últimos Jogos Olímpicos. Por isso, este jogo sempre será cercado de expectativas, porque são duas equipes credenciadas para chegar nas decisões”, afirmou o técnico Zé Roberto, por e-mail, à reportagem.

O jogo desta tarde marca a estreia do Brasil na primeira das três fases do torneio antes da semifinal. O grupo do Brasil tem Camarões, Canadá, Turquia e Sérvia.

“O campeonato neste ano está mais equilibrado e difícil do que nas últimas edições. O sistema de disputa é diferente. As equipes vão levar pontos para as próximas fases. Nós estamos no grupo considerado o mais difícil”, analisou o técnico brasileiro. O sistema de disputa é igual ao do masculino, encerrado domingo com o Brasil vice-campeão. Na primeira fase, as quatro primeiras do grupo avançam.

Mesmo sendo o título que falta na história da equipe feminina e na carreira de Zé Roberto na seleção, o treinador começa a competição pensando na Rio-2016. “A minha cabeça já trabalha em função dos Jogos Olímpicos. O Mundial está no meio do caminho e é um título que ainda não temos, acredito que, se merecermos, seremos campeões”, afirmou Zé Roberto.


Notícias relevantes: