Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Entrar com o pé direito

| 15/06/2014 | 00:05

PARA LER E PENSAR

“Se um país é regido pelo princípio da justiça, a pobreza e a miséria devem ser motivo de vergonha. Mas se um país não é regido pelo princípio da justiça, é a riqueza que deve ser motivo de vergonha.”  (Confúcio, séc. V a.C., filósofo chinês).

Um pensamento de 2.500 anos que ainda serve para nossos tempos. E como serve para o Brasil! Tantos falam de justiça e igualdade, mas a pobreza e a miséria continuam, enquanto os muito ricos e, principalmente os muito ricos que teriam a função de combater o problema, pouco se incomodam. E em vez de sentir vergonha pela tremenda desigualdade ainda exibem sua riqueza como se fosse um troféu. Esse pensamento não significa que ser rico é um defeito.

O que o filósofo quis destacar é que se deve ter uma sensibilidade social. Por que poucos têm mais do que precisam enquanto muitos não têm nem o suficiente? Fazem-se congressos, seminários, reuniões. Imprimem-se livros. Discutem-se teses. Promessas são feitas nos palanques. Mas a verdade é que pouca coisa muda de fato. Ninguém assume responsabilidades. O país é rico, mas boa parte do povo é pobre. Para que serve uma riqueza assim?

Você sabia? – Todo mundo sabe que a expressão “entrar com o pé direito” significa ter sucesso, ter um bom começo. Mas a história dessa expressão pouca gente conhece. Ela vem lá da época dos antigos romanos, que acreditavam que o lado direito era o lado da sorte.

Por isso, todo mundo tomava cuidado para entrar em casa com o pé direito e quando subia uma escada, punha primeiro o pé direito. Nós herdamos essa superstição e continuamos a achar que o direito é o lado da sorte e que o esquerdo dá azar. Não é por outro motivo, aliás, que até pouco tempo atrás as crianças que eram canhotas sofriam na escola.

Os professores obrigavam as crianças a aprender a escrever com a mão direita, como se a esquerda fosse um defeito. Agora não tem mais disso não, mas havia esse preconceito contra os canhotos. É só observar algumas palavras que a gente vê isso claramente. Em latim, direito se diz “destro”.

Ora, a palavra destro em português quer dizer direito ou jeitoso, hábil. Uma pessoa destra é uma pessoa que tem habilidade. Só que essa idéia significava que só quem era destro, isto é, que usava a mão direita, é que tinha habilidade. Perceberam o preconceito? Era como dizer que o canhoto não tinha habilidade. E sabem como se dizia esquerdo em latim? sinister, que deu a palavra sinistro em português.

Ora, todo mundo sabe que sinistro em português significa uma coisa ruim, um desastre, um acidente. Nós até fazemos seguro contras sinistros, não é mesmo? Isso mostra que a palavra esquerdo estava associada à idéia de coisa ruim, acidente. Por isso, ficou em nossa língua a expressão entrar com o pé direito, ou começar com o pé direito para indicar boa sorte ou sucesso.

DOUGLAS TUFANO é autor de livros didáticos de português e professor de redação. www.douglastufano.com.br 


Link original: https://www.jj.com.br/estilo/entrar-com-o-pe-direito/
Desenvolvido por CIJUN