Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Explicar é desenrolar

| 22/06/2014 | 00:00

PARA LER E PENSAR

“Deveríamos estar atentos para não fazer do intelecto nosso Deus.”
(Albert Einstein,  cientista alemão, 1879-1955).

O grande Einstein sabia das coisas. Ele foi um grande cientista, um dos mais geniais da história da humanidade, mas sabia que a razão não explica tudo nem deve ser o único critério a reger a nossa vida. Não devemos fazer do intelecto a nossa divindade. A vida é algo mais complexo do que apenas raciocínio, inteligência, razão. Por isso, dizia ele, precisamos estar atentos.

Devemos procurar olhar a vida também com os olhos da alma, não descartar os sentimentos, as intuições, tudo aquilo que não conseguimos explicar pelo intelecto. Muitas vezes, o mais importante é inacessível à razão, é invisível para os olhos. Não podemos desprezar a razão, mas não podemos deixar que a razão nos limite, nos impeça de ter uma visão mais ampla da vida. Usar apenas a razão como método para conduzir a vida pode desumanizar o ser humano.


Link original: https://www.jj.com.br/estilo/explicar-e-desenrolar/
Desenvolvido por CIJUN