Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

O bom de azeitar

| 14/05/2014 | 15:56
As mães estão sempre alerta quando se trata de alimentação dos filhos. E se a ideia é buscar opções saudáveis, toda informação é bem-vinda. Nesse caso, o ingrediente da vez é o azeite de oliva e os benefícios que pode trazer às crianças e bebês. Usado em temperos, marinadas, frituras, refogados e até mesmo em sobremesas, o azeite de oliva traz inúmeros benefícios para a saúde de toda a família. 

Além de ajudar na redução do mau colesterol (LDL), mantendo o bom colesterol (HDL), ele também é adequado para consumo no período de gestação e lactação.

O azeite é rico em vitaminas A, D, K e E, que desempenham um papel importante numa variedade de funções em todo o corpo (contribuem para os olhos, pele, ossos, saúde da membrana celular e para a função imunitária). Além disso, o desenvolvimento pós-natal dos bebês das gestantes que consumiram azeite de oliva durante a gravidez é melhor em termos de altura, peso, comportamento e reflexos psicomotores.

Durante o parto, a vitamina E no sangue das gestantes fica concentrada nas glândulas mamárias e, portanto, durante a amamentação, a mãe continua a fornecer esta vitamina. A vitamina E também é recomendada para prematuros e recém-nascidos com insuficiência renal ou pancreática por causa do efeito positivo que tem sobre o sistema hepatobiliar (do fígado).

O efeito benéfico do ácido oleico dura até depois da gravidez. Além da sua eficácia comprovada para prevenir a aterosclerose (doença inflamatória crônica) e a hipercolesterolêmica (alto índice de colesterol ruim), processos que podem começar na infância, o ácido oleico também exerce uma influência positiva no crescimento, no desenvolvimento e na mineralização óssea durante a infância.


Link original: https://www.jj.com.br/estilo/o-bom-de-azeitar/
Desenvolvido por CIJUN