Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Personagens em desfile

| 08/06/2014 | 00:05

Passei a minha vida inteira vivendo em cidades do nosso interior paulista. Penso e falo com orgulho, de boca cheia: “Sou paulista”. Tive, ao longo dessa estrada, algumas poucas incursões pela nossa capital, que eu adoro tanto. Elas deveriam e devem ser mais amiúde, preciso aproveitar mais o fato de estarmos tão próximos e também das oportunidades culturais oferecidas por essa gigantesca metrópole.

Por ter vivido sempre no nosso estado de São Paulo, acostumei-me com a intensa  convivência com nossos vizinhos, amigos e colegas de descendência italiana. Na verdade, para ser mais exata, com um verdadeiro mapa étnico, com muitas outras pessoas oriundas de diversos países, em menor número, é claro!

Isso foi mudando, com a chegada dos nossos irmãos nordestinos, que vieram massivamente trabalhar e muito para engrandecer o nosso estado de São Paulo e torná-lo muito mais rico.

Um belo dia constatei que o visual mostrado em novelas, filmes, revistas, propagandas difere muitíssimo da real aparência do povo do nosso estado, que aqui mora, trabalha e estuda, contribuindo para tanto progresso.
Na verdade o que vi foi um desfilar de rostos bons, de gente alegre, criativa. Um pouco acima do peso, e por que não? Uma mistura que deu ao nosso povo uma cor amorenada, linda, por assim dizer. Somente quando se tem a oportunidade de estar em grandes eventos, com milhares de pessoas reunidas, têm-se a real dimensão da grande miscigenação ocorrida nesse estado, dessa mistura única acontecida naturalmente por circunstâncias das necessidades, entre europeus, índios, africanos, asiáticos, árabes e outros tantos mais.

Abro um parêntese e ressalto o valor dos portugueses, nossos descobridores e colonizadores, que deram origem à formação das famílias mais tradicionais – quatrocentonas à época evocada -, dos índios, habitantes naturais, dos europeus, italianos principalmente, imigrantes aventureiros muito corajosos em trabalhar nesse território paulista imenso, que com seu tino comercial e industrial galgaram grandes fortunas.

Africanos tornados escravos num episódio lamentável da nossa realidade histórica, mas que contribuíram demais para a transformação da nossa cultura e costumes. Japoneses que deram um toque sofisticado e refinado à nossa agricultura e os árabes, mascates ambulantes, bons de conversa, exímios e próperos comerciantes. 

E o mais simpático é que aqui todos conseguem conviver pacificamente, independente de religião ou credo. Há lugar para todos e nos caracteriza esse aspecto “cordial” que imprimimos.


VALÉRIA MARTINS COPELLI
é pedagoga, cronista e poetisa


Link original: https://www.jj.com.br/estilo/personagens-em-desfile/
Desenvolvido por CIJUN