Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Por que os homens não são mais como antes?

| 18/05/2014 | 00:05

“A saúde e a fertilidade das futuras gerações estão em risco”. O alerta é do especialista em reprodução assistida Edson Borges Junior, diretor do Grupo Fertility – Centro de Fertilização Assistida. Segundo ele, pesquisadores franceses que monitoraram quase 27 mil homens entre os anos 1989 e 2005, com idade entre 18 e 70 anos, chegaram à conclusão de que a produção de espermatozoides de hoje em dia é um terço menor que a de 20 anos atrás.

Em média, há uma queda na produção de espermatozoides de 1,9% ao ano. E esta realidade também encontra reflexos no Brasil, a partir da conclusão do primeiro estudo do gênero realizado no País e que constatou o declínio da fertilidade masculina. Os efeitos adversos dos fatores ambientais e de estilo de vida são apontados como responsáveis pelo cenário que pode tornar-se trágico caso não ocorra mudanças, segundo Borges Júnior.

“Ainda não sabemos o porquê, mas está claro que se trata de uma combinação de fatores como maior exposição à poluição e agentes químicos, além de uma dieta rica em gordura, entre outros”, afirma o especialista. Ele detalha que o estudo no Brasil foi feito com 2.300 amostras de sêmen fornecidas por pacientes que recorreram ao tratamento de fertilização assistida nos períodos de 2000 a 2002 e entre 2010 e 2012.


Link original: https://www.jj.com.br/estilo/por-que-os-homens-nao-sao-mais-como-antes/
Desenvolvido por CIJUN