Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Quem aqui é do tempo dos ‘chats’?

| 22/06/2014 | 00:00

Foi pela internet, 27 anos atrás, que a nutricionista Lídia de Cássia Destro El Khouri conheceu o pai de seus quatro filhos. Na época, computadores não eram artigos comuns nem mesmo em empresas, e tê-los em casa era quase impensável. Ela trabalhava como modelo em uma agência que prestava serviços para o jornal O Estado de S. Paulo e recebeu a missão de divulgar o “Vídeo Texto”, uma das primeiras salas de bate-papo do país.

“Era um chat comunitário, você entrava com seu nome e falava com todo mundo ao mesmo tempo. Minha função era ficar demonstrando para as pessoas como funcionava e, assim, todas as vezes que eu ia trabalhar precisava entrar no bate-papo.” As conversas não podiam ser muito particulares, já que não existia sala reservada.

“Não dava nem para colocar fotos. Para que o outro soubesse como você era, precisava se descrever”, lembra. Mesmo assim, Carlos e ela passaram a trocar mensagens mensalmente. Depois de oito meses de conversas, decidiram trocar telefones. No dia 17 de dezembro de 1987, conheceram-se pessoalmente.


Link original: https://www.jj.com.br/estilo/quem-aqui-e-do-tempo-dos-%c2%91chats%c2%92/
Desenvolvido por CIJUN