Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Uruguai

| 22/06/2014 | 00:01

Bom, já que só se fala em Copa do Mundo ultimamente, vamos aproveitar o momento para falarmos sobre alguns países participantes da competição que também se destacam no mundo do vinho. Que tal falarmos sobre a “seleção celeste” que calou o Brasil em 1950? O Uruguai:

No mundo do vinho, o Uruguai se destaca, principalmente, por conta dos vinhos produzidos com a uva Tannat, de berço francês, mais especificamente na região de Madiran, mas obteve resultados fantásticos no “terroir” uruguaio, passando a ser sua uva emblemática.

HISTÓRIA – Por volta de 1870, o imigrante Pascual Harriague foi quem trouxe para o Novo Mundo as primeiras parreiras da uva Tannat, passando a denominá-la com seu próprio sobrenome, HARRIAGUE, sendo certo que somente na década de 80 a uva voltou a ser usada com seu nome de batismo, TANNAT.

CONSUMO – Cerca de 90% dos vinhos produzidos no Uruguai são vendidos no próprio país, com consumo per capta de 33 litros por ano, o que insere o Uruguai em oitavo colocado no ranking mundial. O dado curioso é que 50% desses vinhos não são tintos, nem brancos, mas roses, lá conhecidos como “vinhos rosados”.


Link original: https://www.jj.com.br/estilo/uruguai/
Desenvolvido por CIJUN