Hype

Marca utiliza tecidos vintage para criar peças únicas


Divulgação
Peças únicas podem ser adquiridas no e-commerce ou com hora marcada no ateliê
Crédito: Divulgação

Enxoval bordado para a noite de núpcias dos anos 50 e 60, tapeçaria francesa também de 1950 e roupas de linho do período vitoriano são algumas das muitas relíquias que Paula Rondon, fundadora do brechó paulistano B.Luxo ao lado do marido, Gilberto França, garimpou pelo mundo ao longo dos anos. É a partir desse acervo que nasceu sua marca homônima, lançada em novembro passado, com peças únicas que podem ser adquiridas no e-commerce www.paularondon.com.br ou com hora marcada no ateliê da grife em São Paulo.

Foi ao retornar, em 2019, de uma temporada de três anos em Londres, onde estudou corte, costura e modelagem na Central Saint Martins, que Paula teve a ideia de desenvolver peças upcycled a partir de itens já existentes em seu brechó. “Queria fazer algo que tivesse minha identidade e, ao mesmo tempo, fosse democrático e atendesse a corpos de diferentes tamanhos”, diz ela em referência às modelagens amplas, que vestem do PP ao GG.

O mood lúdico também é marcante: personagens como Pato Donald (tecido dos anos 80 adquirido no Brasil) e Snoopy (dos anos 70, trazido da Califórnia) estampam parte das peças. Paula também costuma se inspirar em fantasias, como as do Royal Opera House, compradas por ela em leilões “quase secretos” em Londres. “Sempre gostei dessa imagem teatral e tentei imprimi-la em peças para o dia a dia.”

 

Pensei: ‘alguém tem que andar comesses tecidos no corpo!’. Eles viraram roupas lindas porque ninguém faz mais bordados como esses".


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: