Hype

Fertilidade masculina


Divulgação
Edson Hiroshi Uramoto
Crédito: Divulgação

O urologista e professor da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ), Edson Hiroshi Uramoto, fala sobre a fertilidade masculina, em especial sobre os principais exames que devem ser feitos ao longo da vida adulta

Revista Hype: O que é espermograma?
Edson Hiroshi Uramoto: É um exame laboratorial e complementar na avalição do homem infértil. O material é coletado pelo próprio paciente respeitando o tempo de abstinência sexual e tem, como principal objetivo, identificar as condições físicas e composição do sêmen humano.

Hype: O que é analisado durante o exame e para que serve exatamente?
Uramoto: O espermograma analisa a composição do sêmen, tanto macroscópica quanto microscópica e serve para avaliar a quantidade e a qualidade dos espermatozóides, através da análise do volume do esperma, pH (acidez), viscosidade, cor, liquefação do sêmen, número de espermatozoides e motilidade dos mesmos.

Hype: Que problemas podem ser encontrados?
Uramoto: Problemas na próstata: a análise da viscosidade e da acidez da amostra pode identificar problemas na próstata do paciente.

Azoospermia: Trata-se da ausência de espermatozoides na amostra. Resultados como esse se manifestam através de um volume diminuto de líquido seminal coletado causados por infecções bacterianas, ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) ou obstruções nos canais seminais.

Oligospermia: Trata-se de uma concentração de espermatozoides por ml inferior ao normal. Essa baixa concentração pode ser causada por infecções no sistema reprodutor, varicocele, ISTs ou então se manifestam por conta do efeito colateral de algum medicamento.

Astenospermia: Acontece quando os valores de mobilidade e vitalidade dos espermatozoides são menores do que o padrão. Ela pode ser causada por excesso de estresse, alcoolismo ou HIV.

Teratospermia: Trata-se da má formação dos espermatozoides ou alterações morfológicas. Pode ser causada por varicocele, uso de drogas ou inflamações no sistema reprodutor.

Hype: Quando é recomendado realizar o espermograma?
Uramoto: O exame de espermograma deve ser solicitado quando a suspeita de infertilidade for aventada na avaliação clínica do casal.

Hype: Existem exames complementares para detecção da infertilidade?
Uramoto: Sim, podemos solicitar outros exames para elucidação diagnóstica que incluem:

- Investigação hormonal: Disfunções endocrinas sao mais prevalentes em homens inférteis do que na população geral, mas ainda são bastante incomuns.

- Avaliação microbiológica: Indicações para a avaliacao microbiológica incluem casos de infecção do trato urinário, infecção nas glandulas acessorias masculinas (IGAM) e doenças sexualmente transmissíveis (DST).

- Avaliação genetica: O histórico familiar detalhado e o cariótipo (analise e delecao do cromossomo Y) irão detectar boa parte destes transtornos, não so proporcionando um diagnostico, mas também permitindo o aconselhamento genético adequado.

- Ultrassonografia: A ultrassonografia e uma ferramenta útil para localizar defeitos intraescrotais. Ultrassom Doppler colorido do escroto pode detectar varicocele, tumores testiculares e microcalcificações testiculares.

- Biópsia testicular: geralmente, realizada como parte de um processo terapêutico em pacientes com azoospermia (recuperação de espermatozoide testicular) que decidem submeter-se a Inseminação. A biópsia destina-se a diferenciacao entre insuficiência testicular e obstrucao do trato genital masculino.

Hype: Existe tratamento para infertilidade masculina?
Uramoto: O tratamento vai depender do tipo de infertilidade. Por exemplo, as alterações hormonais com baixo nível de testosterona, utilizamos um medicamento; a obstrução do trato genital pode ser tratada com uma microcirurgia. Enfim, vai depender da causa da infertilidade.

Hype: O que é bom para aumentar a fertilidade masculina?
Uramoto: Após a exclusão de causas patológicas, pode-se recomendar a melhora na qualidade de vida para o aumento da fertilidade, como alimentação saudável, atividade física regular (sem excessos).

Hype: Existe prevenção para infertilidade?
Uramoto: Sim. Fatores relacionados ao estilo de vida podem prejudicar a qualidade do sêmen. Exemplos: tabagismo, abuso de álcool, uso de anabolizantes, esportes radicais, como treinamento para maratonas e esportes de forca excessiva e aumento da temperatura escrotal devido ao uso de roupa térmica, sauna, uso de banheira de água quente ou exposicao a fontes de calor.

Hype: Quais alternativas para infertilidade masculina?
Uramoto: Dentre as alternativas incluem a reprodução assistida, que pode ser a Inseminação Intrauterina, Fertilização In-Vitro (FIV) sem micromanipulação ou com micromanipulação e injeção intracitoplasmática de esperma (ICSI).


Notícias relevantes: