Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Alta velocidade gera preocupação

| 07/07/2014 | 00:05

As avenidas Rafael Zuly e Antonio di Gióia, no bairro Santo Antônio, em Campo Limpo Paulista, se transformam em verdadeiras pistas de corrida nos horários de pico. Vários acidentes – não fatais – foram apontados por moradores e comerciantes. A solução visualizada por eles seria a instalação de lombadas eletrônicas ou radares de velocidade. 

“O fim do dia é o pior horário. As pessoas estão com pressa de chegar em casa então passam por aqui voando”, reclama o comerciante Dário Rodrigues Soares Júnior, 36 anos. Ele tem uma agropecuária na avenida Rafael Zuly e acompanha diariamente os excessos cometidos pelos motoristas e motociclistas. “Já fizemos até abaixo-assinado para recolocarem um radar nesta rua, mas não tivemos retorno. Nem placa de indicação de velocidade tem”, afirma. 

Morador no bairro há 13 anos, Sátiro Pinheiro Feitosa, 60 anos, também aponta a velocidade como um dos problemas do bairro. “Os ônibus e caminhões passam correndo por aqui (avenida Antonio Di Gióia). Mesmo com o asfalto ruim. Imagine se estivesse em boa situação? Seria pista de corrida”, analisa. 

Segundo o funcionário da pasta de Trânsito e Transporte de Campo Limpo Paulista, João Carlos Assmann, existem estudos para colocação de lombadas ou radares. “Outras medidas estão sendo tomadas como a melhoria na sinalização do bairro inteiro. Era uma solicitação dos moradores”, comenta. 

De acordo com nota encaminhada pela administração municipal, “a Diretoria de Trânsito e Transportes promove estudos para avaliar a necessidade de, em alguns bairros da cidade, implantar lombadas e radares. Não será possível, entretanto, realizar a fiscalização eletrônica em todas as ruas e avenidas, de todos os bairros – instituindo a chamada indústria da multa.” Ainda de acordo com a nota, “a prefeitura investe em campanhas de educação de trânsito e espera que cada condutor de veículos respeite a legislação e os limites de velocidade.”

 


Link original: https://www.jj.com.br/jj-nos-bairros/alta-velocidade-gera-preocupacao/
Desenvolvido por CIJUN