Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Isolado, Moinho pede ônibus nas ruas e segurança para moradores

| 17/08/2014 | 22:00

Fundado por Joaquim Antonio Gonçalves quando Campo Limpo Paulista era distrito de Jundiaí, o bairro do Moinho, localizado na região sul, ainda não conhece boa parte da infraestrutura atual por ficar distante dos pontos mais urbanizados. Entre ruas de terra e poços artesianos, a população sofre para utilizar o transporte público, já que o único ponto de ônibus do bairro fica às margens da Rodovia Edgard Máximo Zambotto.

Moradores do bairro explicam que a falta de um eficiente transporte público a obriga a pedalar de bicicleta para outros bairros de Campo Limpo e também para Várzea Paulista. Outra situação é a ausência de infraestrutura para o bairro. Entre os pontos levantados estão a falta de pavimentação, a ausência de ligações de água e o baixo policiamento.

Em nota, a Polícia Militar esclarece que não existe um único registro de roubo ou furto no bairro em todo o primeiro semestre deste ano. Mas o registro não explica a atuação da PM no bairro. Já a Diretoria de Trânsito e Transporte de Campo Limpo informa que não tinha conhecimento de solicitação para passagem de transporte coletivo no bairro.

Após a reivindicação apresentada ao JJ Regional, a pasta estudará, junto à concessionária de ônibus, a possibilidade técnica de desviar os veículos para a rua Roque Antonio Gonçalves.

Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí desta segunda-feira (18)


Link original: https://www.jj.com.br/jj-nos-bairros/isolado-moinho-pede-onibus-nas-ruas-e-seguranca-para-moradores/
Desenvolvido por CIJUN