Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Novo túnel está com obra paralisada desde 2013

| 28/07/2014 | 00:00

Por conta do grande número de habitantes, aproximadamente 17 mil pessoas, um dos problemas mais comuns do Botujuru está relacionado com a mobilidade urbana. Reivindicado há mais de 20 anos, o túnel do Botujuru, que deveria ligar os diferentes bairros da região, ainda não saiu do papel.

Há três anos, precisamente desde quando começou a ser construído, o túnel sofreu uma paralisação em sua obra, já que a linha férrea da CPTM passa por cima do espaço e interfere diretamente na obra. Enquanto aguardam a liberação e conclusão da obra, motoristas e pedestres são obrigados a utilizar o antigo túnel do bairro, que também passa por baixo da linha férrea.

Porém, este túnel é tão pequeno que somente um carro transita por vez. Outro agravante é a falta de segurança para os pedestres, que dividem a passagem com os veículos, já que não têm a opção de caminhar sobre uma passarela.

Paralisação – O frentista Luiz de Souza, de 60 anos, é morador da Travessa Um, via onde será aberto o novo túnel. Ele explica que a obra, iniciada no fim de 2011, foi interrompida em fevereiro de 2013, já que a equipe de engenharia da CPTM constatou um desnível na linha férrea que passa sobre o local de construção. “Desde que encontraram o problema, a obra foi paralisada e a população é a maior prejudicada”, explica.

Nos últimos meses, Luiz recolheu assinaturas de diversos moradores do bairro e cobrou respostas da Prefeitura de Campo Limpo e da CPTM. “A situação não pode continuar desse jeito, pois a verba já foi liberada e o túnel era para estar pronto há mais de dois anos”, revela.


Link original: https://www.jj.com.br/jj-nos-bairros/novo-tunel-esta-com-obra-paralisada-desde-2013/
Desenvolvido por CIJUN