Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Animal com cara de pedra

| 19/05/2014 | 18:11

O matamatá (ou mata mata) é um cágado da Amazônia, e um dos animais terrestres mais bem adaptados à vida aquática. Chelys fimbriata é o nome científico desse bicho que pode medir 50 cm de comprimento quando adulto. Vive em rios de pouca correnteza, pântanos e charcos da região amazônica, tanto no Brasil quanto na Guiana, no Peru, na Venezuela ou no Suriname.

A carapaça camuflada e as protuberâncias do pescoço e dos membros parecidas com verrugas deixam o bicho com jeitão de pedra com folhagem boiando. Vinde a mim Insetos e rãs de que se alimenta pousam no seu casco, achando que descansam numa pedra, e assim fica fácil apanhá-los. Além deles, o matamatá come peixes miúdos.

Passa bastante tempo debaixo d’água, prendendo a respiração, ou com o corpo imóvel mergulhado e as narinas pra fora, respirando na maior calma. A camuflagem e a inércia (a falta de movimento) fazem com que seus predadores (aves, felinos…) o confundam com uma pedra e o deixem em paz. Na natureza, chega a viver 35 anos


Link original: https://www.jj.com.br/jotinha/animal-com-cara-de-pedra/
Desenvolvido por CIJUN