Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Passarinho azul ajuda a plantar árvores

| 20/05/2014 | 16:31

O saí-azul (Dacnis cayana) é um passarinho de coloração viva, em tons de azul, verde e laranja. No Brasil, tem vários nomes, como saí-bicudo, saí-bico-fino, saíra-bico-fino. Come frutas, insetos e néctar. Ao comer frutas e sementes, o saí ajuda na proliferação de diversas espécies vegetais. É que sementes depois de digeridas são lançadas fora, no cocô do passarinho, e se caídas em solo adequado, podem florescer.

Copa
O ninho é feito no interior das copas de árvores, entre 5 e 8 metros acima do chão. Construído com fibras finas, tem o formato de uma taça funda. Há de duas a quatro posturas de ovos por ano, e eles são chocados pela fêmea. São três ou quatro ovos por vez. Nesse período de incubação, a fêmea é alimentada pelo macho, que lhe traz comida. Os filhotes nascem e ficam no ninho cerca de duas semanas, período em que são cuidados pelo casal.

Passado esse tempo, começam a se virar por conta própria. Em 12 meses, atingem a maturidade sexual e podem se reproduzir. Chega a pesar 15 gramas e em média tem comprimento de 13 a 15 centímetros. Existe por todo o continente americano, desde os Estados Unidos até a Argentina. No Brasil, pode ser encontrado em todas as regiões.


Link original: https://www.jj.com.br/jotinha/passarinho-azul-ajuda-a-plantar-arvores/
Desenvolvido por CIJUN