Jundiaí

GMs realizam capacitação em evento alusivo ao Outubro Rosa

JUNDIAÍ Além de treinamentos e simulações, as guardas municipais femininas de Jundiaí se reuniram para reforçar a importância da prevenção ao câncer


JORNAL DE JUNDIAI
Um dos treinamentos realizados durante o dia foi o de incursão
Crédito: JORNAL DE JUNDIAI

A Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ) celebrou o Outubro Rosa nesta sexta (23) em um evento que misturou confraternização e capacitação, através de um treinamento completo de tiro exclusivo para as guardas municipais femininas. O evento foi uma iniciativa dos guardas municipais Monique Effori, Valéria Lorenti e Orlando Pupo, todos integrantes do Centro de Instrução e Formação de Guardas Municipais (CIF).

O encontro no Estande de Tiro da GMJ, localizado no Distrito Industrial do município, também teve aula teórica, apresentação de armas e munições, café da manhã e almoço, inclusive com decoração cor de rosa, reunindo pelo menos 20 mulheres integrantes da corporação. Ao todo, a GMF de Jundiaí conta com 39 guardas, além de três subinspetoras mulheres.

HISTÓRIA

As guardas passaram a ser admitidas na corporação, até então exclusivamente masculina, em 19 de agosto de 1991. De 2017 até agora, já foram investidos mais de R$ 165 mil na aquisição de armas para a Guarda Municipal, além de R$ 279,5 mil para aquisição de coletes balísticos e EPIs. Também foram adquiridos 27 veículos, incluindo viaturas para a Divisão Florestal da Guarda Municipal (Serra do Japi) e 15 novas viaturas para a GMJ, totalizando mais de R$ 4 milhões em investimentos. A capacitação para uso de armas letais ocorre todos os anos, para todos os guardas municipais, com duração de 80 horas, mas em turmas mistas. Este ano, porém, em comemoração ao Outubro Rosa, o dia de treinamento foi só das meninas.

A capacitação foi um dos focos da comemoração. Foram investidos mais de R$ 750 mil para realização de cursos de qualificação para os guardas municipais só este ano.

Uma das organizadoras do evento desta sexta, GM Valéria Lorenti, se define como uma desbravadora. Ela é da primeira turma de guardas femininas, tendo se integrado à corporação aos 20 anos de idade. "Na época, ser policial feminina não era algo bem visto na sociedade", lembra ela.

Ela lamenta a falta de respeito em alguns casos. "Até hoje, nas abordagens, percebo que as mulheres são menos respeitadas que os homens. A discriminação ainda é um tema que precisa ser abordado, mesmo em pleno século 21".

Hoje, aos 50 anos, ela é mãe de três filhos e orgulhosa avó de quatro netos, tendo se desdobrado após perder o marido para um enfarte, aos 35 anos. Apesar dos desafios enfrentados em seus 29 anos de trabalho na GMJ, ela não titubeia em dizer que a Guarda é sua vida. "Amo o que faço", diz.

O evento contou com as presenças do Gestor da Unidade de Segurança Pública Municipal, Paulo Sérgio Giacomelli Stel, o Jacó e o Comandante da GMJ, Benedito Marcos Moreno.

Um dos responsáveis pelo treinamento, o subinspetor Souza falou um pouco sobre a importância do evento. "O principal objetivo é a conscientização sobre o câncer de mama. Esperamos que, no futuro, a gente consiga colocar uma data no calendário municipal e adicionar palestras e outras atividades, para fazer algo sempre mais completo e relevante.

O Outubro Rosa é uma campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: