Jundiaí

Aglomerações e som alto geram notificações

Em meio à pandemia, os pancadões e aglomerações geraram desconforto para quem tentava dormir


ALEXANDRE MARTINS
Aglomerações e som alto no Jardim São Camilo são recorrentes
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

O final de semana na Região foi animado para uns e um pesadelo para outros. Em meio à pandemia de coronavírus, os pancadões e aglomerações geraram desconforto para quem tentava dormir. Segundo a Guarda Municipal de Jundiaí, só no final de semana foram registradas cinco reclamações de som alto e aglomerações entre Jardim Tarumã, Jardim São Camilo e Anhangabaú.

Em Várzea Paulista, foram cinco ocorrências atendidas pela GM e um pancadão no Parque Guarani, mais especificamente na rua Aracari. O som alto tirou o sono e a paciência dos moradores que tiveram que aguentar o barulho até esta segunda-feira pela manhã.

Uma moradora do bairro, que não quis se idenfificar para evitar represálias, diz que os pancadões na rua Aracari já existem há anos e não houve mudança durante a pandemia. "Quando denuncia, eles param, mas depois voltam. Desde o começo do ano tem essas aglomerações, não teve interrupção, mas a gente tem medo de retaliação por parte de quem organiza. Já falei na ouvidoria da prefeitura, aliás, toda semana reclamamos, mas a guarda não aparece. São três bares próximos na rua e funcionam praticamente 24h."

Ele contou que o som começa a tarde e vai até na manhã do dia seguinte. "Eles fecham as ruas com carros e motos, inclusive tem carro com placa de outras cidades, inclusive de Caieiras. Começa com poucas pessoas e vão aparecendo outros. Como não fiscaliza, eles continuam. Quem precisa trabalhar, que acorda de madrugada, fica 24h sem dormir", conta ela sobre os pancadões que varam a madrugada e tiram o sono de toda a vizinhança com o som alto.

Em Jundiaí, uma moradora do Jardim São Camilo, diz que as aglomerações no bairro também são recorrentes. "Toda sexta-feira e sábado à noite acontece um pancadão aqui no bairro que se estende até às seis horas da manha do dia seguinte. O som é altíssimo e centenas de pessoas de outros bairros são obrigadas passar a noite ouvindo. Já foram registradas inúmeras reclamações na polícia, inclusive ouvidoria, mas infelizmente continua sem solução", lamenta.

ATENDIMENTOS

Das ocorrências de perturbação do sossego atendidas pela Prefeitura de Várzea Paulista no final de semana, apenas um bar foi notificado na rua Aracari, porém as autoridades receberam reclamações de moradores da Itupeva (no Jardim América 4), rua São José do Rio Pardo (Jardim Paulista) e Jardim Bertioga, locais onde não foram constatadas irregularidades, segundo a guarda. Também houve uma operação conjunta entre a Unidade de Segurança Pública, a GM, a Polícia Militar e a Fiscalização do Comércio na avenida Pacaembu.

Em Jundiaí as reclamações devem ser feitas via 153 (GMJ), 156 (prefeitura).


 


Notícias relevantes: