Jundiaí

Árvore destrói calçada e quintal


A aposentada Zilda Gonçalves Corrêa, de 64 anos, entrou em contato com o JJ para reclamar de uma árvore em frente à sua residência, no bairro Torres de São José, e cujas raízes estão destruindo seu quintal. Ela diz que já fez contato com a Prefeitura de Jundiaí e foi informada de que o processo para o corte das raízes poderia demorar até seis meses. Tempo perigoso, pois as raízes rapidamente adentram a casa dela e podem causar acidentes.

"A calçada está destruída faz muito tempo, mas não reclamei porque esperei que eles fizessem algo. A raiz entrou no meu quintal e quebrou o piso e está perigoso porque tem pontas. Agora a rachadura chegou na parede da minha sala e tenho medo de comprometer a casa", diz ela que aguarda apreensiva, desde o dia 28 de setembro, quando fez a solicitação.

A Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), por meio da Diretoria do Departamento de Parques, Jardins e Praças, informa que fez contato com a solicitante e acompanha a demanda, mas ressalta que, no caso de corte de uma árvore, é obrigatório o atendimento às Leis 3233/1988 e 8392/2015, pois é necessário laudo técnico e publicação prévia na Imprensa Oficial.

A poda de raiz também depende de avaliação técnica. Casos urgentes são priorizados.


 


Notícias relevantes: