Jundiaí

Estudante de Jundiaí ganha prêmio no 13º concurso do CBCA

Equipe também venceu em primeiro lugar no concurso latino-americano representando o Brasil


ARQUIVO PESSOAL
O jundiaiense Augusto Longarine fala do esforço a cada etapa
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

Dois estudantes da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), o jundiaiense Augusto Longarine, de 25 anos, e o barueriense Luiz Felipe Sakata, de 25 anos, foram os vencedores do 13º concurso do Centro Brasileiro de Construção em Aço (CBCA), um dos prêmios mais importantes para a área de arquitetura que um estudante pode ganhar que este ano, devido à pandemia foi totalmente virtual.

Tendo como tema 'Soluções para Cidades e Comunidades Sustentáveis', o concurso de nível nacional explora habilidades da área, trabalho em equipe e conhecimento do aço além de muitos outros aspectos, os quais fizeram com que os estudantes alcançassem o primeiro lugar no resultado que saiu em outubro.

Usando como base o edifício Copan, projetado por Oscar Niemeyer, em São Paulo, os estudantes idealizaram seu projeto intitulado como "Arquitetura que não toca o chão". "Na fachada cega do edifício, ou seja, na parede que não tem janelas, pensamos em uma horta vertical para humanizar a cidade, aproveitando desde os resíduos orgânicos do próprio espaço e transformando isso em um mercado vertical onde as pessoas poderiam comprar essas hortaliças para consumir", explica Sakata.

Outro ponto do projeto estava atrelado à conexão do mirante que o prédio possui em sua cobertura com a rua, idealizando um acesso externo por meio de elevadores, os quais os visitantes poderiam acessar o espaço como opção de lazer e agregar conhecimento sobre o aspecto da sustentabilidade.

Todo material foi estruturado em pranchas de papel tamanho A0, uma espécie de cartolina de papel.

O jundiaiense Longarine reforça que o concurso exigiu muito trabalho e dedicação de ambos por cerca de dois meses já que eram 132 equipes inscritas, de 88 universidades de 18 estados do país. "Contamos com a orientação do nosso professor Luciano Margotto Soares e foram muitas horas de trabalho, sem saber com quais projetos e ideias estávamos concorrendo, e isso foi o ponto mais desafiador para nós", diz Longarine.

O prêmio agrega muito mais do que o certificado para a instituição de ensino e para os alunos, além do valor de R$ 8 mil, sendo R$ 6,5 mil para a equipe e R$1,5 mil para o professor orientador e bolsas de cursos oferecidos pela CBCA. Segundo Sakata, o concurso também agrega conhecimento. "A sensação de ganhar foi algo incrível, o concurso faz com que você coloque em práticas os conhecimentos sobre a área, e para fazer o projeto, muitos pesquisas e estudos também são necessários", diz Sakata.

REPRESENTAÇÃO

Quem vence o concurso da CBCA tem a oportunidade de concorrer representando o Brasil no "13° Concurso ALACERO de Diseño en Acero para Estudiantes de Arquitectura 2020", organizado pela Associação Latino-Americana do Aço (ALACERO). E dentre os projetos dos representantes da Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru, República Dominicana e Venezuela, os estudantes brasileiros venceram em primeiro lugar novamente.

"Nós fizemos alguns ajustes no projeto e tivemos que traduzi-lo para o espanhol. Tudo isso foi feito em outubro, logo após o resultado do concurso nacional e apresentamos através de vídeochamada para os jurados no dia 3 de novembro. Quando o resultado saiu na sexta (6) vibramos por poder representar a arquitetura brasileira a nível internacional", diz Sakata entusiasmado.

Nesta nova etapa os vencedores levaram juntos o certificado e um prêmio em dinheiro no valor de U$6.000 dólares.

EXPECTATIVAS

Longarine reforça que vencer as duas etapas do concurso, além de ser uma oportunidade única, é algo que pode impactar sua carreira profissional futuramente. "Eu sendo de Jundiaí e tendo a oportunidade de ter esse reconhecimento através do projeto é algo incrível. As expectativas são apenas positivas, sempre em frente e em busca do conhecimento", completa.

SERVIÇO

Para conferir o projeto na íntegra acesse o site através do link: https://www.cbca-acobrasil.org.br/arquitetura/vencedores.php

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: