Jundiaí

Morre aos 96 anos Francisco Drezza, o primeiro Controlador de Tráfego Aéreo do Brasil

Segundo os familiares Drezza morreu em sua casa, em Santana do Parnaíba, São Paulo, de causas naturais


Arquivo Pessoal
Francisco Drezza, de 96 anos, recebeu homenagens durante seu velório
Crédito: Arquivo Pessoal

Faleceu nesta terça-feira (10) o primeiro Controlador de Tráfego Aéreo do Brasil, o jundiaiense Francisco Drezza, aos 96 anos. Segundo os familiares Drezza morreu por volta das 10h em sua casa, em Santana do Parnaíba, São Paulo, de causas naturais em decorrência de sua idade.

O suboficial reformado Drezza se formou na primeira turma de Controladores da Escola Técnica de Aviação (ETAv), em 1945, e é considerado um dos fundadores da Torre do Aeroporto de Congonhas. Seu olhar atento e seu profundo conhecimento permitiram que participasse da confecção das primeiras Cartas de Navegação Aérea do Controle de Aproximação de São Paulo.

Sua neta Virginia Traldi Eichenberger, de 42 anos, comenta com pesar, que o avô era um exemplo a ser seguido tanto como pessoa como profissional. “Ele era um homem extremamente correto, gentil e justo. Meu avô era apaixonado por sua profissão, estudou e se formou como primeiro aluno da turma se dedicando de forma integral sempre em tudo que fazia”, diz.

Representantes da Força Aérea prestarão uma homenagem ao suboficial e aos familiares durante o velório que está acontecendo no Velório Municipal do Adamastor Fernandes, em Jundiaí. O enterro será às 11h30 no Cemitério Municipal Nossa Senhora do Desterro.


Notícias relevantes: