Jundiaí

Instituição realiza evento para arrecadar fundos

CASA TRANSITÓRIA A festa que ocorre no salão da instituição terá parte da arrecadação para a unidade


JORNAL DE JUNDIAI
A diversão é garantida com apresentações do Papai Noel e seus gnomos
Crédito: JORNAL DE JUNDIAI

A Casa Transitória Nossa Senhora Aparecida acolhe atualmente 15 crianças, meninos e meninas, com idades entre quatro e 17 anos, afastadas das famílias por diversos motivos, como conflito familiar, abuso sexual, violência doméstica e negligência. Para manter a casa, a diretora do local, Glaucia Gabriela Lima, diz que há financiamento da prefeitura, de pessoas que fazem doações, do bazar beneficente e de eventos, mas é sempre importante novas arrecadações.

Sendo assim, entre os dias 13 de novembro e 23 de dezembro, a Casa Transitória promove o evento 'Magia de Natal' aberto ao público, com teatro e entretenimento. Além da alegria da criançada, parte da arrecadação dos ingressos será destinada à Casa Transitória, para que o trabalho continue sendo acolhedor e com qualidade.

"Temos capacidade para acolher 40 crianças, mas estamos com 15 e fazemos um trabalho de qualidade. O nosso objetivo é a reinserção da criança na família. Então, termos crianças abaixo da capacidade, quer dizer que o trabalho está dando certo", comenta Glaucia.

Na noite de quinta-feira (12) houve uma festa para inaugurar o evento e, para Gláucia, é uma mostra do que será este Natal para as crianças da Casa. "Este ano foi difícil. O isolamento fez com que muitos deles não pudessem sair e receber visitas de familiares. Apesar das dificuldades deste ano, pudemos ter o lúdico para que eles vivessem o encantamento de Natal que muitos não tiveram", acredita.

ALEGRIA

E a festa de Natal foi, de fato, inédita para alguns acolhidos, inclusive para os jovens. Maria (nome fictício) tem 17 anos e está na Casa Transitória há dois meses. "Nunca tive um Natal assim, nunca entrei nesse mundo de magia. É diferente e divertido. É bom para realçar os laços familiares, entre amigos, diante deste ano de tantas percas."

O desejo de Natal dela é a realização dos sonhos. "Quero ter uma barbearia, fazer algo que gosto e trabalho voluntário cortando cabelo de moradores de rua. Meu pai já foi morador de rua e eu levava roupas e cortava o cabelo dele", diz ela que, mais adiante, deseja ser policial.

Residente na Casa Transitória há um ano, Vitor (nome fictício), que tem 15, também quer que o Natal traga a ele a realização de sonhos. "Meu pedido de Natal é ser jogador de rugby e ser veterinário, amo animais. Este é mais um Natal bonito, já tive muitos encontros bonitos, mas é mais uma boa surpresa. Mesmo este ano estando difícil, há esperança de mudar", afirma.

A FESTA

O evento tem o objetivo de mostrar à sociedade como é um abrigo para que seja visto como um lar. As medidas sanitárias são seguidas durante todo o tempo, como o uso de máscaras, o distanciamento social e o uso de álcool gel, além da limpeza reforçada a cada sessão.

O evento tem o apoio de 22 empresas. O organizador, Alexandre Martins, diz que a expectativa é receber ao menos 1,5 mil pessoas durante o período. "Nós já temos uma parceria com a Casa Transitória. Reformamos o salão, sublocamos e revertemos parte da renda para a instituição. Eu faço eventos de Natal em média em 16 shoppings todo ano, mas neste ano não tínhamos em nenhum. então pensei em ter o Papai Noel presencialmente e angariar fundos", diz ele sobre a estrela da festa, o bom velhinho aguardado por todo o ano pelas crianças, mas que desta vez receberá as cartinhas com uma mesa de distância dos pequenos.

SERVIÇO

O evento Magia de Natal acontecerá entre os dias 13 de novembro e 23 de dezembro aos finais de semana, com sessões duplas aos sábados e domingos, no espaço de eventos da Casa Transitória Nossa Senhora Aparecida, que fica na avenida Carlos de Salles Bloch, 851, Anhangabaú.

Os ingressos podem ser comprados através do link https://www.sympla.com.br/magiadonatal


Notícias relevantes: