Jundiaí

Programa coleta quase sete mil embalagens


DIVULGAÇÃO
O recolhimento foi realizado em uma cooperativa no Currupira
Crédito: DIVULGAÇÃO

O programa "Campo Limpo" de devolução de embalagens de agrotóxicos, realizado este mês pela Unidade de Gestão de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT), coletou este mês quase 7 mil embalagens de agrotóxicos vazias ou com produto vencido. A iniciativa visa garantir a preservação do meio ambiente, assim como a saúde dos próprios agricultores e da comunidade de um modo geral.

Todo o montante arrecado foi encaminhado a um centro de recolhimento situado no município de Piedade (SP). "Sem esta ação, os produtores agrícolas seriam obrigados a se dirigirem até outra cidade para efetuar este descarte ou, por falta de opção, dariam um destino incorreto a este material", explica a diretora do Departamento de Agronegócios da UGAAT, Isabel Harder.

A ação é intermunicipal, realizada anualmente em parceria com a Associação Agrícola de Jundiaí (AAJ), Associação dos Produtores Rurais de Louveira (APR) e Associação dos Distribuidores de Insumos Agrícolas do Estado de SP (ADIAESP). O local para entrega foi a Cooperativa Nossa Senhora das Vitórias, no bairro Corrupira.

No total, 122 produtores agrícolas participaram da ação, sendo 40 só de Jundiaí; na edição passada, em 2019, foram 29 agricultores jundiaienses, o que demonstra o alcance do projeto e também maior preocupação com a questão ambiental, segundo a diretora. Do montante de embalagens de agrotóxicos recolhidas, mais de 2,7 mil eram de produtores de Jundiaí.

Foram recolhidas embalagens vazias e com resíduos de agrotóxico, além de medicamentos veterinários, resíduos de vacinas e medicamentos veterinários (líquidos, comprimidos, sprays e pomadas, assim como seringas e agulhas usadas no tratamento de animais), além das embalagens vazias de agrotóxicos e embalagens com restos de produtos vencidos - uma novidade este ano.

(Da Redação)


Notícias relevantes: