Jundiaí

Morre, aos 97 anos, Irene Portugal Castilho


DIVULGAÇÃO
Irene Castilho era conhecida pelas obras sociais
Crédito: DIVULGAÇÃO

Conhecida por sua doçura, inteligência e envolvimento em causas sociais, Irene Portugal Castilho de Andrade morreu ontem, aos 97 anos, em Jundiaí, por consequências de um infarto.

Voluntária da Casa da Fonte, no Jd. Novo Horizonte, Irene Castilho deixa dois filhos. A professora e escritora Maria Cristina Castilho de Andrade e o jornalista João Carlos Castilho de Andrade.

Emocionada, a escritora Cris Castilho fez um depoimento comovente: "Nossa mãe foi para a Eternidade. No momento da visita de hoje (ontem), comigo segurando na sua mão. Primeiro coloquei no ouvido dela, via celular, uma mensagem de meu irmão. Em seguida, fiz uma cruz na testa e nas mãos com água benta do Carmelo da Venerável Madre Carminha de Tremembé. Depois li o Hino da Laudes de Sant'Ana e dois Salmos. Em seguida, comecei a rezar o terço: Mistérios Dolorosos. No segundo Mistério, ela partiu. Embora doloroso, graça de Deus poder estar com ela neste momento".

Irene será velada nesta quarta (13), das 7h às 10h, no velório Adamastor Fernandes e o sepultamento será no Cemitério Nossa Senhora do Desterro


Notícias relevantes: