Jundiaí

Mãe cria vaquinha para ajudar filha com deficiência

Milena, de três anos, tem paralisia cerebral e precisa de carrinho postural


ARQUIVO PESSOAL
Diana Evangelista não trabalha para poder cuidar da filha Milena
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

A dona de casa Diana Evangelista da Silva, de 32 anos, criou uma vaquinha on-line para comprar um carrinho postural para sua filha Milena, de três anos, com paralisia cerebral. Para ação ela contou com a ajuda da polícia militar já que a cadeira custa R$ 23 mil. Até agora R$ 13 mil já foram arrecadados.

A moradora da Vila Bandeirantes conta que Milena nasceu com falta de oxigênio no cérebro, causando a paralisia em todo o corpo. A cadeira irá ajudá-la a se locomover melhor.

"No começo da vida de Milena, a Associação Educação Terapêutica Amarati ajudou com uma cadeira de rodas com adaptação, mas que não dura muito tempo. Essa cadeira foi importante, mas não está servindo mais porque ela vai crescendo e o tamanho vai ficando apertado", conta.

Diana passa por problemas em casa. É necessário muita atenção para cuidar da criança, que se alimenta por uma sonda na barriga, além de não conseguir ficar firme na cadeira e, como.

"Eu não trabalho porque não tenho condições de arrumar alguém que fique com ela", lamenta.

AJUDA POLICIAL

Durante um patrulhamento de rotina, policiais do 49° Batalhão da Polícia Militar do Interior, em Jundiaí, ouviram a história de Diana e se solidarizaram. Com isso, gravaram um vídeo pedindo para as pessoas contribuírem e publicaram nas redes sociais.

Quem quiser ajudar Milena a comprar esse carrinho postural, pode acessar o link na internet ou fazer transferência pelo Pix. A conta na Caixa é a chave PIX: (11) 983443302.

(André Borges)

 


Notícias relevantes: