Jundiaí

Campeonatos de jogos virtuais conquistam público mais jovem

Os esports cresceram nas últimas décadas e viraram uma febre


DIVULGAÇÃO
Murilo acompanha os principais campeonatos de League of Legends
Crédito: DIVULGAÇÃO

O videogame deixou de ser apenas uma diversão, agora é coisa de gente grande. Os "esports", campeonatos de jogos eletrônicos, vêm ganhando o gosto do público mais jovem, bem acostumado ao mundo dos consoles.

A modalidade, que pode também ser chamada de "e-games", cresceu nas últimas décadas e virou uma febre. Inclusive, vários clubes mais voltados ao futebol têm equipes de jogos virtuais, como Corinthians e Flamengo.

Entre os principais games, estão Battle Royale, CS:GO e League of Legends (LoL), um dos mais populares. Murilo Bronzeri é radialista e tem 21 anos. Ele acompanha o CBLoL, o Campeonato Brasileiro de League of Legends, além de ligas internacionais do jogo.

Murilo joga a disputa on-line. "Do mesmo jeito que eu acompanho os campeonatos de futebol por gostar de jogar futebol, comecei a acompanhar os campeonatos de LoL por gostar do jogo."

Para o radialista, o mais atrativo nos campeonatos é ver a qualidade dos jogadores em ação. "É poder ver jogadores de alto nível competindo, poder ver jogadas que geralmente não acontecem em partidas casuais, e também é uma forma de aprender mais sobre o próprio jogo."

Nos torneios, há torcidas apaixonadas pelas equipes nas arquibancadas, algo que vira uma atração a mais no evento, mas Murilo não se considera um torcedor fanático. "Não tenho um time favorito dentro do CBLoL, mas tenho uma afinidade maior com as equipes que estão desde os primeiros campeonatos e com os jogadores mais antigos, e em campeonatos internacionais, como o Mundial De League of Legends. Aí, eu torço sempre para o time brasileiro que estiver participando."

TEMA DE TCC

Felipe Maioqui é jornalista e tem 27 anos. Além do CBLoL, ele assiste ao Intel Extreme Masters (IEM), Evolution Championship Series (EVO), além de outros específicos.

A afinidade pelo videogame fez com que ele criasse uma nova paixão esportiva, por sempre acompanhar a evolução dos jogos. "Eu também amo futebol e sempre adorei assistir aos jogos do Corinthians (time do coração) com meu pai."

"Quando descobri, por meados de 2004, que estavam transmitindo games como 'Street Fighter' e 'Counter Strike', fiquei extremamente empolgado, porque poderia ver jogadores muito talentosos e que me inspiravam na hora de jogar também competindo entre si", disse.

Além de um entretenimento, Felipe decidiu fazer do e-games o tema de seu trabalho de conclusão de curso, também conhecido como TCC. O projeto realizado pelo então estudante de Jornalismo foi uma revista segmentada, "contando um pouco da história do gênero e como os jogos se enquadram na modalidade."

"Outra coisa que eu particularmente acho muito legal é a reação da torcida em momentos importantes. Um exemplo disso e que foi crucial para que eu começasse a acompanhar o campeonato foi a IEM 2013, onde a Keyd, time que torço hoje e que comecei a torcer neste dia, foi campeã, vencendo a equipe coreana LG Incredible Miracle, e a torcida simplesmente explodiu em euforia com o feito. Algo que arrepia só de lembrar", comentou o jornalista.

E-GAMES NÃO OFUSCA

OUTROS ESPORTES

Mesmo sendo de um grupo divergente, tanto a competição de jogos eletrônicos como a de esportes tradicionais são atraentes para quem gosta de uma boa disputa.

Há quem pense que fãs de "esports" não gostem de futebol, basquete, entre outros. Murilo gosta das duas práticas da mesma forma, sem criticar qualquer lado. "Não tenho um favorito entre LoL e futebol, por exemplo, e não acho que tenho uma tendência a gostar mais de um esporte por ser eletrônico ou tradicional. Há esportes tradicionais que não gosto tanto, como basquete, que se comparado ao LoL, eu vou preferir o e-sport, mas se eu tiver que escolher entre jogar futebol ou Counter-Strike, vou preferir futebol."

Já Felipe não gosta de compará-los, pois cada um tem sua particularidade. "Acredito que cada um tem seu atrativo e pontos que podem ser explorados a cada gosto."

(André Borges)

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: