Jundiaí

Artesãs jundiaienses produzem kit escolar de volta às aulas

OPORTUNIDADE Em meio ao retorno das aulas na cidade, kits escolares se tornam tendência para proteção contra o vírus e para o estilo das crianças


ALEXANDRE MARTINS
As artesãs Maria de Fátima e Almerinda Cristina confeccionam belos kits
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

A volta às aulas tem se tornado um momento de incertezas para pais e alunos, em especial na questão de saúde e de normas de higiene. E foi justamente pensando em proporcionar mais conforto neste retorno que artesãos aproveitaram para faturar criando kits com máscaras e álcool em gel voltados ao público infantil.

As artesãs Maria de Fátima Gonçalves de Oliveira e Almerinda Cristina Reis deram início ao seu ateliê em fevereiro de 2020, mas em dezembro começaram a confeccionar máscaras e kits escolares.

A procura tem sido alta, em especial porque o kit é formado por uma bolsinha com dois bolsos, um em cada lado e cada bolso possui uma máscara (do tamanho que o cliente pedir), e um chaveiro de bordado para colocar o álcool em gel. "A ideia surgiu pensando na saúde de nossas crianças, jovens e professores, mas também no crescimento do nosso ateliê. A produção é feita conforme os pedidos, por nós mesmas", diz Maria.

A autônoma Juliana Moraes, de 37 anos, mãe de quatro filhos, começou a produzir máscaras desde o início da pandemia justamente para não ter gastos com seus filhos. Depois de fazer vários cursos viu que podia ganhar dinheiro com a produção.

"Tendo uma família grande, sabia que devia fazer algo para não ter tantos gastos com máscara de proteção. Quando meus filhos ficavam pelo condomínio as mães de seus colegas perguntavam sobre as máscaras personalizadas e pediam para eu fazer", detalha.

Leiga no assunto, Juliana buscou cursos virtuais para aprender. Sem máquina de costura começou suas primeiras máscaras com cola para tecido e apenas alguns pontos com linha e agulha. Após duas semanas vendendo as máscaras por encomenda, a autônoma conseguiu comprar uma máquina de costura e se aventurou nessa nova oportunidade.

"Fui testando vários moldes de máscaras até que acabei modificando uma coisa aqui e ali, até que ficassem perfeitas no rosto e seguras contra o vírus. Peguei gosto pela costura e comecei a ter ideias de máscaras bordadas, com temas, com brilho e até para noivas", diz.

Com o retorno das aulas, Juliana teve a ideia de fazer kits de máscaras personalizados com as cores dos colégios que seus clientes frequentam. A produção é feita em sua casa com muito carinho e dedicação, dificilmente possui produtos na pronta-entrega, pois ela prefere fazer uma por vez, dando maior atenção ao cliente.

"Antes de confeccionar, gosto de ver para quem estou fazendo e assim analiso o formato do rosto e tudo para que a máscara proteja e fique bonita também", afirma.

INSTAGRAM

Juliana: @juh.mimos

Maria e Almerinda: @atelie.mn

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: