Jundiaí

Centro não registra maior índice, mas já chega aos 580 casos de covid-19

Moradores e comerciantes do bairro relatam o descaso de quem passa pelo local


ALEXANDRE MARTINS
Gislaine Gomes, dona de um bar, segue todas as medidas de segurança
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Com 580 casos confirmados de covid-19, sendo 546 recuperados, 15 mortes e 19 ativos, o Centro de Jundiaí não está entre os bairros com maior índice de infectados pela doença, como o Jardim Novo Horizonte (2.081), Jardim do Lago (1.212), Vila Alvorada (1.116) e Cecap (1 mil), mas ainda assim registra números significativos.

Moradores e comerciantes do bairro, caracterizado pela grande movimentação de pessoas transitando diariamente um dos mais importantes polos de compras de Jundiaí, relatam o descaso de quem passa pelo local, muitas vezes sem o uso correto da máscara.

A moradora Teresa Espanhol afirma que está se protegendo contra o vírus, mas não é isso que vê em sua rua. "A maioria das pessoas que anda por aqui está sempre sem máscara. Principalmente os vizinhos, que saem de casa sem a devida proteção", conta.

Teresa se preocupa com a situação, pois a rua em que mora é majoritariamente habitada por idosos. "Na minha família não teve nenhum caso, agradeço por isso. Já na vizinhança, conheço algumas pessoas que contraíram a doença", diz.

Gislaine Gabriela Gomes tem um bar no Centro que oferece almoço e marmitex. Ela conta que dentro do local as pessoas sempre usam máscara por ser obrigatório, mas as que passam na rua não respeitam a regra. "Já vi muitas pessoas colocando o item ao entrar no estabelecimento, mas ao voltar para a rua tirar", afirma.

A quantidade de pessoas que passa pelo bairro sem a devida proteção preocupa. "É fundamental respeitar as medidas de segurança para evitar as contaminações. Prezamos muito isso", relata Gislaine.

BOLETIM
De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Jundiaí nesta segunda-feira (15) foram contabilizados dois óbitos de residentes na cidade causados pelo novo coronavírus. Foram dois homens, um de 94 anos, sem comorbidades registradas, e outro de 73 anos, também sem comorbidades registradas.

Até o momento, a cidade registra 589 óbitos positivos para covid-19 desde o início da pandemia.

Também foram registrados 59 novos casos, chegando às 24.202 infecções desde o início da pandemia. Destas, além dos óbitos, 22.959 estão recuperadas e 654 são casos ativos, em tratamento contra a doença.

Dos leitos disponíveis na rede pública para a covid-19 em Jundiaí, 73% da UTI está ocupada e na enfermaria são 35% em uso. Na rede privada, a UTI geral tem 69% de ocupação e a enfermaria tem 61%.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: