Jundiaí

CRLV digital gera dúvidas, mas é totalmente válido

Suspensão do papel-moeda faz com que a renovação do licenciamento seja on-line


ALEXANDRE MARTINS
Marcos Bernardos afirma que as pessoas estão com dúvidas
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

A versão eletrônica do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) começou a ser oferecida no final de 2018 e agora passa a ser obrigatória. O licenciamento emitido em papel-moeda continua suspenso e a renovação do documento pode ser feita on-line.

O auxiliar de despachante da Barão Despachantes, Marcos Antonio Bernardos, de 49 anos, conta como foi a inserção desse novo modelo de licenciamento. "Muitas pessoas assustaram com a mudança por ser um documento simples impresso na folha sulfite. O papel-moeda dava mais segurança", diz.

Por outro lado, houve certo interesse por parte de alguns. "Teve gente que achou melhor e mais fácil o modelo digital. Alguns usam o aplicativo da Carteira Digital de Trânsito (CDT) no celular e ainda imprimem, por precaução", completa o auxiliar.

A busca pela informação continua, em especial se o documento, agora emitido de maneira mais simples, continua sendo igualmente válido. "Mesmo sendo bem divulgado, ainda tem gente que busca informação. Os dados são os mesmos e a validade do documento não muda. A autenticidade que antes era comprovada pelo papel-moeda agora é garantida pelo novo QR code, presente no licenciamento. Esse documento pode ser acessado pelo aplicativo e impresso caso a pessoa ache necessário", conta Bernardos.

Monique Gracielle dos Santos, de 25 anos, é auxiliar administrativa na Agência Jundiaí de Despachos e fala sobre a procura do licenciamento de veículo. "Bastante gente procura o documento físico, impresso em papel-moeda. Alguns acham que esse novo licenciamento do Detran não é uma documentação válida só porque está em formato de aplicativo e pode ser impresso em uma folha sulfite", conta.

A auxiliar confirma que não existe nenhuma mudança além do formato. "O layout do antigo e do novo licenciamento é parecido. A única diferença é a ausência do papel-moeda. O QR code é o novo modo de verificar a autenticidade do documento, caso necessário."

O site do Detran mostra o passo a passo para conseguir o documento, que é liberado de um a dois dias após o pagamento. "Acessar o site e seguir as etapas costuma ser bem mais fácil para os mais jovens e pessoas com facilidade para lidar com a tecnologia. Quem tem muita dificuldade costuma ir até um despachante para fazer a emissão", encerra.

(Giovana Viveiros)

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: