Jundiaí

Vacinação no AUJ pode parar nos próximos dias

CAMPANHA Nos municípios em que ainda há estoque, ele já chega ao fim e será necessário um novo lote


ARQUIVO PESSOAL
Helena
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

A vacinação no Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ) corre o risco de ser interrompida nos próximos uma vez que nas cidades em que ainda há doses disponíveis, o estoque já está comprometido ou bastante baixo, assim como em outras tantas cidades do Brasil que zeraram os estoques e, assim, precisaram parar a vacinação.

Em Jundiaí, na última quarta-feira (17) havia ainda 2,1 mil doses disponíveis, porém o número de vacinados aumentou 422, devido à imunização dos idosos com mais de 85 anos. O município esperava imunizar nesta quinta mais 440 pessoas já agendadas deste grupo.

Como as demais cidades brasileiras, Jundiaí aguarda a liberação de novos lotes de doses pelos governos federal e estadual para a continuidade do atendimento e a ampliação dos grupos imunizados.

GARANTIDA

Aos 87 anos, a aposentada Helena de Souza Rosman, recebeu a primeira dose do imunizante na segunda (15) e diz que só visitou os filhos durante este período. "Estou muito bem para a idade que tenho. Saio, mas só entro no carro a porta da minha casa e desço na casa do meu filho. Para a rua eu não saio", explica.

O filho de Helena, Alessandro Rosman, de 44 anos, diz que a vacinação da mãe é um alívio. "Ela via na TV as pessoas recebendo a vacina e perguntava quando ela ia tomar. É um peso que tiro das costas. Foi difícil neste período porque costumo sair, tenho amigos, e por causa dela fiquei de quarentena, parei também de ir à academia. Parei minha vida para ficar com ela", conta.

Isabel Cristina da Silva Carassa, de 60 anos, conta que levou a mãe, Dirce Gema da Silva, de 87 anos para receber a vacina na quarta e conta que a primeira etapa foi cumprida. "Tem que esperar a segunda dose para tranquilizar, mas estamos aliviados. Não recebemos quase ninguém em casa e sempre com o distanciamento, então ela não ganha abraços há muito tempo. A vacinação foi bem tranquila, demorou cerca de 40 minutos e os profissionais foram muito educados", conta ela.

DEMAIS CIDADES

A Prefeitura de Louveira informa que só tem estoque para vacinar a segunda dose de parte dos profissionais de saúde e os idosos de 90 anos ou mais que estavam agendados antes do Carnaval. Fora isso, a prefeitura teve que adiar o início da vacinação dos idosos com 85 anos ou mais, prevista para começar esta semana e agora está marcada para o próximo dia 25. A previsão é de receber doses do estado na próxima terça-feira (23).

Campo Limpo Paulista tem ainda 305 doses da vacina. Baseado nos últimos dias de vacinação, este estoque será suficiente para aplicações até o dia 26. Os cadastros para o recebimento do imunizante já foram encerrados, mas a prefeitura alega dificuldade de contato com alguns idosos. Será necessária a atenção neste sentido para que os idosos não fiquem sem se vacinar.

Cabreúva já não tem mais vacinas. Todas as doses recebidas pelo município já foram utilizadas e o estoque da cidade hoje é zero. A previsão é que mais doses cheguem no dia 23.

A Prefeitura de Várzea Paulista, por meio da Unidade de Saúde, informa que até esta quinta-feira (18), o município possui 10% do total das doses recebidas e este quantitativo já está destinado para a segunda dose dos profissionais da saúde.

Em Jarinu ainda há 137 doses para serem aplicadas. A prefeitura informa que as vacinas contra a covid-19 atualmente disponíveis na cidade estão sendo usadas para vacinar os idosos entre 85 e 89 anos, conforme agendamento prévio, e para a segunda dose dos profissionais de saúde, conforme data no comprovante de vacinação.

Itupeva informa que, com a vacinação em domicílio, a prefeitura concluiu a aplicação agendada da primeira dose em idosos a partir dos 85 anos de idade. A prefeitura aguarda nova remessa do governo federal e estadual, para avançar com a vacinação. A expectativa é que novas doses chegam no início da próxima semana, conforme anunciado pelo estado.

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: