Jundiaí

Em campo de futebol do bairro, crianças brincam e exploram novos materiais

Equipe da EMEB Helena Galimberti, na Cidade Nova, proporciona espaço novo para todos e com muitas possibilidades


@pedroamora
Fora dos muros da escola, as crianças exploraram outros materiais
Crédito: @pedroamora

Um espaço novo para todos e com muitas possibilidades. Isso fez a equipe da EMEB Helena Galimberti, na Cidade Nova, romper os muros da escola e levar os alunos para um campo de futebol localizado no bairro. Na visita ao ambiente externo, não faltaram oportunidades de aprendizagem para a turma de dois anos. Esse deslocamento para locais próximos das escolas integra o projeto de desemparedamento, dentro da ação “Voa pé”, proposta que visa a utilização de espaços anexos ou próximos das EMEBs.

“Com a volta às aulas, a rede municipal de ensino tem vivenciado muitas experiências de desemparedamento, com iniciativas de aprendizagem para as crianças em espaços abertos e em meio a natureza. O ‘Voa pé’ completa as ações ao possibilitar que também no percurso para chegar a lugares como os centros esportivos, as praças, as áreas de lazer do bairro, as crianças observem as ruas, construções, explorem a comunidade, adquirindo novos conhecimentos”, explica a gestora de Educação, Vastí Ferrari Marques.

Seguindo todos os protocolos sanitários, a turma da Helena Galimberti foi andando até o campo e sendo incentivada a observar. Não faltaram olhares atentos ao ambiente. Já no local, enquanto uns mexiam na terra, outros brincavam com panelas e exploravam novos materiais. Tinha até aqueles que corriam para as traves de futebol.

“Hoje é o primeiro dia do meu filho na creche e estou acompanhando a adaptação. Estou muito satisfeito com o que estou vendo. As crianças estão se sentindo livres em contato com tantas coisas novas e com a natureza”, comentou o motorista Bruno Machi, pai do aluno Bryann.

Experiência positiva

De acordo com a coordenadora pedagógica da EMEB, Adriana Edmeire de Souza, a experiência tem sido positiva tanto para os alunos como para a equipe. “Nunca tínhamos feito isso, por receio de sair. Já nos primeiros dias de aula, começamos a ir para esse campo. Além do contato com a terra, eles brincam com folhas, flores, sentem cheiros, experimentam, jogam bola, se movimentam. A aprendizagem é ampla. A equipe está empolgada e feliz com esse novo modelo. As famílias estão reproduzindo as atividades em casa. E, cada dia, surge uma nova ideia e assim essa ação vai crescendo”, completa.

O modelo da volta às aulas na rede municipal de Jundiaí, com a proposta de “desemparedamento”, tem ganhado destaque em importantes publicações. Recentemente, foi publicado artigo no site da instituição Child Rights International Network (Cris), um think tank que busca produzir perspectivas novas e dinâmicas sobre questões relacionadas aos direitos humanos, com foco nos direitos da criança. A gestora de Educação também falou sobre a experiência em webinar com alcance internacional.

 


Notícias relevantes: