Jundiaí

Jundiaí se mantém na Fase Amarela e responsabilidade de todos aumenta

De acordo com o painel de monitoramento da Prefeitura, a cidade mantém média de quase 400 novos casos por semana


Divulgação
Cuidado e prevenção ao coronavírus devem ser intensificados por todos
Crédito: Divulgação

Jundiaí está há 15 dias na Fase Amarela do Plano São Paulo de Retomada Econômica após todo o estado ter regredido à fase laranja, no início do ano. No entanto, o número de novos casos se mantém elevado ao longo das últimas semanas. Para garantir que a cidade permaneça no faseamento estabelecido, é necessário que todos os cuidados para evitar a contaminação proliferação do vírus Sars-CoV-2 sejam mantidos pela população.

De acordo com o Boletim Completo, disponível no painel de monitoramento Coronavírus, no portal da Prefeitura de Jundiaí, a cidade mantém média de quase 400 novos casos por semana, com média móvel de 135 casos registrados no último dia 21. Equivalente à média móvel de 2 de julho de 2020, com 138 casos, pleno pico da pandemia.

“Não tivemos um retrocesso relevante no número de novos casos semanais entre as últimas semanas, baixando da média móvel de 144 casos/dia em 07 de janeiro para 135 em 21 de janeiro. Por isso, é essencial que a população permaneça com os cuidados e proteção contra o vírus. Não podemos baixar a guarda e correr riscos desnecessários, colocando os familiares em perigo bem como comprometendo o avanço do combate à doença em todo o município”, explica o coordenador técnico do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) e gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Tiago Texera.

Na última semana, houve pico no número de internações em leitos exclusivos covid-19 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente de Paulo (HSV), com 84% de ocupação, na quinta-feira (18). O indicador é um dos quesitos avaliados em relação ao avanço ou manutenção das regiões de Saúde no Plano São Paulo. “Quanto mais pessoas deixam as medidas de proteção de lado, maior o risco de contaminação e do desenvolvimento da forma grave da doença, que demandará hospitalização e poderá evoluir para o óbito. Prudência e observância aos regramentos sanitários específicos aos setores são essenciais para a superação da pandemia”, alerta o gestor.

Fase Amarela
Nesta etapa do Plano São Paulo de Retomada Econômica são permitas atividades como comércios e rua e shopping, bares e restaurantes – além dos serviços essenciais -, desde que observem a capacidade de 40% da ocupação, distanciamento, dispensação de álcool em gel 70% para os consumidores entre outras regras específicas para cada setor. O horário de funcionamento é permitido em até 10 horas por dia.


Notícias relevantes: