Jundiaí

Com 77,4% de ocupação de UTI, AUJ terá restrições

RECLASSIFICAÇÃO No AUJ, dos 157 leitos públicos disponíveis atualmente para covid-19, 82 estão ocupados


DIVULGAÇÃO
A ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) no DRS 7 teve queda e depois alta nos últimos 15 dias
Crédito: DIVULGAÇÃO

Jundiaí está na Fase Amarela do Plano SP, com 77,4% de seus leitos de UTI ocupados, podendo sofrer restrições do governo do estado de São Paulo ainda hoje (24). O governo estuda lockdown para todo o estado das 21h às 5h. Campinas já publicou decreto ontem com lockdown neste horário, diariamente. A Prefeitura de Jundiaí não informou se tomará a mesma medida.

No Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ), dos 157 leitos públicos disponíveis atualmente para covid-19, considerados UTI e enfermaria, 82 estão ocupados, uma média de 52,23%. Jundiaí é o município com a maior oferta de leitos e consequentemente a com maior ocupação.

A ocupação da UTI na DRS-7 de Campinas, onde Jundiaí se situa, nos últimos 15 dias, de 8 a 22 de fevereiro, há média de 70,37%, sendo superior à média estadual.

AUJ

A Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) de Jundiaí informa que os leitos de UTI tem atualmente 77,4% de ocupação e a enfermaria tem 55%.

Na rede privada do município, a UTI geral tem 69,8% de ocupação e a enfermaria 75,2%. De todos leitos ocupados em Jundiaí por pacientes que tratam a covid-19, 42,35% são de residentes em outros municípios.

A prefeitura alega que, conforme o plano estabelecido localmente, mais leitos serão abertos conforme a necessidade da cidade. Contudo é fundamental que a população mantenha o atendimento às regras sanitárias como o uso de máscara, higienização frequente das mãos, uso de álcool em gel e distanciamento social.

Em Campo Limpo Paulista há 15 leitos no total destinados à covid, todos com suporte ventilatório, e a taxa de ocupação média é de 40%. Gestor de Saúde de Campo Limpo Paulista, o médico Ariovaldo Batista Junior afirma que houve ampliação do atendimento. "Na primeira quinzena de janeiro chegamos a uma ocupação de 90% dos leitos covid e decidimos por ampliar de nove para 15 leitos. Temos possibilidade de nova ampliação, caso seja necessário", afirma.

A Secretaria Municipal de Saúde de Itupeva informa que a cidade possui nove leitos de UTI e 12 leitos de enfermaria, totalizando 21 leitos destinados à covid-19 no Hospital Municipal Nossa Senhora Aparecida. Destes, dois leitos de UTI e quatro leitos de enfermaria destinados ao tratamento da doença estão ocupados.

Louveira possui cinco leitos de UTI na Santa Casa e 12 leitos de enfermaria no Hospital de Campanha exclusivos para covid-19, sendo que três de UTI e três de enfermaria estão ocupados. Estes leitos podem ser ampliados a qualquer momento, de acordo com a demanda.

Jarinu não tem pacientes de covid-19 internados, nem em UTI, nem em enfermaria. Quando necessário, o paciente é transferido para cidades da região.

Em Várzea Paulista, a Unidade de Combate ao Coronavírus (UCC) possui três leitos de retaguarda e nesta terça-feira (23), apenas um leito esteve ocupado. Os pacientes que necessitam de UTI são encaminhados para os hospitais de referência, em municípios como Jundiaí, Itupeva e São Paulo.

O município de Cabreúva possui para o enfrentamento da covid-19, na Santa Casa, UPA e Centro de Retaguarda, 14 leitos de enfermaria e cinco leitos adaptados de UTI, utilizados até a transferência dos pacientes para os municípios que possuem leitos de UTI. Há internados um paciente no Centro de Retaguarda, três na UPA e nenhum na Santa Casa.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: