Jundiaí

Fase Vermelha em Jundiaí começa a valer à meia-noite de amanhã (6)

Em decreto publicado hoje (5) pela Prefeitura de jundiaí, as permissões da Fase Vermelha de Jundiaí seguirão as do estado de São Paulo


CORONA VIRUS MOVIMENTO NO CENTRO
Crédito: Reprodução/Internet

A partir da 0h (meia-noite) do dia 06 até o dia 19 de março de 2021, Jundiaí terá as restrições da Fase Vermelha do Plano SP, assim como o restante do estado. Sendo assim, fica suspenso o atendimento presencial ao público nos estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços não essenciais.

Estes estabelecimentos que não poderão receber público, podem operar, no entanto, com entregas e retiradas de produtos, sem a permanência dos consumidores no local. Os protocolos sanitários e as normas
locais devem ser respeitadas, sendo vedada fila de pessoas nesses estabelecimentos.

Podem funcionar neste período as atividades essenciais. Algumas delas são: hospitais; farmácias; clínicas veterinárias; supermercados; feiras livres; postos de combustíveis; transporte público coletivo; lavanderias; hotéis; bancos e lotéricas; assistência técnica; óticas; bancas de jornais e revistas; lojas de material de construção; atividades religiosas. Confira todas as atividade no decreto completo.

Nestes estabelecimentos que podem abrir, as normas sanitárias devem ser seguidas, como o uso de máscara, a oferta de álcool em gel e a ocupação máxima de 30% da capacidade do local.

No período de abrangência da Fase Vermelha, a circulação de pessoas e veículos nas vias públicas deverá se dar apenas para atividades estritamente necessárias, como aquisição de medicamentos, atendimento ou socorro médico para pessoas e animais, locomoção ao trabalho, atendimento de urgências ou necessidades inadiáveis próprias ou de terceiros e prestação de serviços permitidos.

SERVIÇOS PÚBLICOS

O transporte público deverá manter a oferta de linhas e viagens definidas para a Fase Amarela do referido Plano, com as restrições de circulação definidas neste Decreto, devendo ser monitorado de forma permanente pela equipe de fiscalização da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT).

Também fica mantido o horário de funcionamento normal das escolas públicas municipais com a presença máxima de até 35% da capacidade de lotação de cada unidade, mediante escala a ser elaborada pela Unidade de Gestão da Educação (UGE). Fica facultado o funcionamento, no município, das escolas
privadas, desde que atendam aos protocolos específicos.

Os cursos de nível superior, públicos ou privados, poderão permanecer com suas atividades administrativas, educacionais e de formação acadêmica, de modo presencial ou remoto, conforme deliberações próprias, que deverão seguir protocolos sanitários setoriais.

 


Notícias relevantes: