Jundiaí

Com demanda crescente, Jundiaí amplia em 63% número de leitos covid-19

Agora são 134 leitos destinados para os casos suspeitos ou confirmados pela pandemia


Divulgação
Hospital São Vicente de Paulo (HSV) é referência em atendimento de alta complexidade covid-19
Crédito: Divulgação

Entre o final do mês de fevereiro até domingo (7), a Prefeitura de Jundiaí e o Hospital São Vicente de Paulo (HSV) desencadearam quatro ampliações sequenciais no número de leitos exclusivos para o atendimento à covid-19. Somente no período, a ampliação é de 63% entre leitos de enfermaria e Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Agora são 134 leitos destinados para os casos suspeitos ou confirmados pela pandemia. Apesar da ampliação, o percentual de uso se mantém elevado em decorrência do aumento no número diário de novas internações.

Jundiaí passa a contar com 72 leitos de UTI e outros 62 de enfermaria internos à estrutura do HSV exclusivos covid-19, referência para o atendimento em alta complexidade para a região da Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ).

“O Plano de Enfrentamento ao Coronavírus de Jundiaí é o norteador de ações para a cidade, com base nos indicadores avaliados pelos especialistas integrantes do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC). Os recursos, no entanto, concorrem com a demanda geral da região, situação que não foi vivenciada no primeiro pico da pandemia. Por isso, é essencial que a população intensifique os cuidados, a proteção individual para que seja possível avançar contra a pandemia coletivamente”, explica o Prefeito Luiz Fernando Machado.

De acordo com o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Tiago Texera, o período vivenciado se assemelha ao pico, registrado entre os meses de junho e julho. “Espera-se que até o final deste domingo, o número de internações seja de 89 em uma única semana. Número próximo das 99 registradas no pior momento vivido pela cidade. Enquanto na primeira etapa da pandemia o crescimento aconteceu devagar, nesta etapa é perceptível o rápido crescimento. Saímos de 50 novas internações por semana para 89 em uma semana, ou seja, crescimento de 78%”, comenta.

Desde sábado (6), Jundiaí e os demais municípios paulistas estão na Fase Vermelha do Plano São Paulo de Retomada Econômica, com a restrição de funcionamento apenas para serviços classificados como essenciais. Atuando de maneira integrada, as Unidades de Gestão realizam ações de fiscalização e orientação para o atendimento dos regramentos e decretos vigentes.


Notícias relevantes: