Jundiaí

Braille ajuda a desenvolver brinquedos para cegos

Crianças com deficiência visual podem encontrar brinquedos que estão adaptados à sua realidade


ARQUIVO PESSOAL
Keite Coutinho e o psicólogo Gilson Modesto ajudaram no projeto
Crédito: ARQUIVO PESSOAL

As crianças com deficiência visual podem encontrar nas lojas brinquedos que estão adaptados à sua realidade. A novidade foi idealizada e produzida pela fábrica de brinquedos Cardoso Toys, que contou com a orientação da pedagoga da Reabilitação do Instituto Jundiaiense Luiz Braille de Assistência ao Deficiente da Visão, Keite Coutinho, e do psicólogo da entidade, Gilson Modesto.

Segundo Keite, as peças adaptadas contam com alfabeto e número em braille, além de formas geométricas e diferentes recursos pedagógicos. "A equipe de desenvolvimento da empresa nos procurou e ajudamos em cada detalhe para aplicação do Braille nos brinquedos. A proposta é que a criança com deficiência visual tenha contato com o sistema Braille desde o começo da vida, auxiliando na aprendizagem, coordenação motora e reconhecimento de números, além de estimular a imaginação e o universo lúdico", afirma.

A Cardoso Toys é a primeira fábrica brasileira de brinquedos de plástico a lançar produtos com Braille. A coleção, que se chama Baby Land, conta com diversos tipos de brinquedos, como caminhões, mesa de atividades e baldinhos, entre outros.

"A ajuda da Keite e do Gilson foi essencial para que a empresa concretizasse o projeto conforme havia idealizado, ou seja, o de produzir brinquedos que realmente contribuam para o desenvolvimento das crianças com deficiência", declara a Cardoso Toys.

ATENDIMENTO

Como forma de agradecimento, a reabilitação recebeu doações dos brinquedos, que serão utilizados nas terapias com os assistidos. "É emocionante ver o brinquedo aqui, em nossas mãos, após ter participado de todo este processo. Ganham a inclusão e as crianças com deficiência visual, pois o brincar é essencial para o desenvolvimento infantil", avalia Modesto.

O Instituto Jundiaiense Luiz Braille de Assistência ao Deficiente da Visão atende uma média de cem pessoas com deficiência visual que buscam a inclusão ou a readaptação à sociedade. "O Braille é referência em reabilitação no interior de São Paulo e saber que participamos de um projeto que visa incluir as crianças com deficiência visual é motivo de satisfação e orgulho. Como os brinquedos também serão usados nas terapias, poderemos conferir de perto o avanço de cada criança", avalia a assistente social da Reabilitação do Braille, Viviane Santos.

(Da Redação)

 


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: