Jundiaí

Em Jarinu, idosa de 70 anos morre à espera de leito para covid-19

Em nota publicada, a Prefeitura de Jarinu informa "que a paciente estava em observação em leito clínico e aguardava transferência"


Tânia Rêgo/Agência Brasil
Vacinação drive thru na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), zona norte do Rio. A cidade do Rio de Janeiro retoma hoje (25) sua campanha de aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em idosos da população em geral. Hoje serão vacinados os idosos com 82 anos.
Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Em Jarinu, foi registrada a morte de uma idosa de 70 anos terça-feira (16), que estava em observação na Unidade Mista de Saúde do município. Ela aguardava em fila de espera para leito direcionado ao tratamento de coronavírus. A vaga já havia sido solicitada via CROSS – Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde – desde o dia 13, porém, a idosa teve um agravamento respiratório durante espera e não resistiu.

Em nota publicada, a Prefeitura de Jarinu informa “que a paciente estava em observação em leito clínico e aguardava transferência via CROSS para leito enfermaria COVID-19 em cidade referência da região.” Após o agravamento repentino “foi intubada, mas não resistiu. A paciente não apresentava comorbidades”, conclui a nota.

“O município está tentando fazer um consórcio com outros municípios da região, que são Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista, para conseguir aumentar o número de leitos para internação de pacientes com Covid no Hospital de Clínicas de Campo Limpo Paulista”, explica Fernando Max da Conceição, diretor de Saúde de Jarinu


Notícias relevantes: