Jundiaí

UBSs e mais leitos de UTI para enfrentamento à covid-19


DIVULGAÇÃO
A cidade conta com Unidade Covid Provisória na região central e mais duas unidades em Botujuru e São José, além de hospital e unidades sentinelas
Crédito: DIVULGAÇÃO

A Prefeitura de Campo Limpo Paulista conseguiu, em tempo recorde, criar uma nova Unidade Covid Provisória, na região Central - foram 90 horas entre o anúncio e a abertura. O resultado é que a escola Monlevade está pronta para atender a população com espaço arejado, profissionais e exames. A cidade conta ainda com mais duas unidades, em Botujuru e São José. "A unidade é maior e garante o distanciamento ao longo de todo o atendimento', afirma o médico Ariovaldo Batista Junior, gestor de Saúde.

O espaço é maior e melhor ventilado, abrindo a possibilidade de colocação também de vários exames destinados ao controle e indicação do tratamento contra a covid-19. Irá atender os moradores de toda a região central. A UBS Vera Regina, que hoje é sentinela, volta a ter um atendimento de posto de saúde convencional. "A unidade é maior e garante o distanciamento ao longo de todo o atendimento', afirma o médico Ariovaldo Batista Junior, gestor de Saúde.

A unidade é provisória e fica dentro de uma escola. Com o fechamento da unidade escolar por quase um ano, por conta da covid, foi preciso fazer um mutirão para limpeza e adequação da escola, que contou com profissionais da equipe da Saúde e da Secretaria de Serviços. A EMEF Dr. Francisco Monlevade será devolvida de forma segura aos alunos, assim que os números da pandemia voltarem a baixar.

Hospital

"Temos trabalhado muito para darmos ao cidadão o apoio que ele merece, ainda mais com sua saúde", afirma o prefeito Dr. Luiz Braz. Os números de aumento de atendimento assustam na cidade: em menos de uma semana, 120% de aumento na procura por atendimento - em um só dia, 375 campolimpenses procuraram o pronto-atendimento do HC e as unidades sentinelas

Os investimentos e uma boa gestão do Hospital de Clínicas garantiram um atendimento melhor e com mais resolutividade. Hoje, no local existe pronto-socorro covid, com exames de ultrassom (segunda a sexta) e tomografia (24h). As vagas de internação para pacientes com coronavírus saltaram de 10 para 23, em menos de 10 dias - agora, já passam por uma nova ampliação, "porque é preciso atender ao momento que vivemos", diz Dr. Luiz.

Vacinas

Campo Limpo Paulista está dando exemplo com relação à vacinação contra a covid. Desde o início promoveu duas ações importantes: abriu cadastro para maiores de 65 anos e também buscou parceria em 10 igrejas do município. Para receber a vacina é preciso aguardar a ligação da Prefeitura que indica dia e horário. "Isso nos ajuda a dar uma recepção tranquila para os idosos, com uma espera pequena", afirma Roberta Assalin, coordenadora da vacinação.

Além da vacina nas igrejas, a Secretaria de Saúde optou pela vacinação no ginásio Nenezão, garantindo espaço para o distanciamento e conforto para o usuário.

Todas essas ações tomadas pela Prefeitura de Campo Limpo Paulista, de forma ágil, estão salvando vidas. "A covid é uma doença difícil, com muitas variantes, mas o nosso trabalho tem sido árduo para combater a doença. Temos uma equipe preparada, atenta e atuante", afirma o gestor de Saúde, Ariovaldo Batista Junior.


Notícias relevantes: