Jundiaí

Observatório apresenta 100 indicadores da primeira infância


DIVULGAÇÃO
As informações podem ser consultadas no site do Observatório Jundiaí
Crédito: DIVULGAÇÃO

Informações como cobertura de vacina para a primeira infância, internações em leitos pediátricos e até casos de infecções por vírus da dengue em crianças, relacionadas à cidade de Jundiaí, podem ser consultadas com facilidade por qualquer pessoa que tenha acesso à internet a partir do site Observatório Jundiaí (observatorio.jundiai.sp.gov.br), disponibilizado pela Prefeitura de Jundiaí.

O site, organizado e abastecido pela Unidade de Governo e Finanças, ampliou o número de indicadores para abranger a área infantil. Os 100 indicadores relacionados à primeira infância é um avanço significativo na transparência de dados e na capacidade de planejamento de políticas públicas pelo próprio Poder Público, além de ser extremamente relevante para contemplar os diversos profissionais que lidam com essas informações em suas áreas de atuação, além de serem consideradas preciosas para o desenvolvimento de pesquisas sobre o tema.

Uma das profissionais que atuou para a compilação desses dados é a Gerusa Moura, cirurgiã-dentista, articuladora municipal do Programa São Paulo pela Primeiríssima Infância e representante da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde no GT Criança na Cidade. "A grande importância de ter esses indicadores de primeira infância disponíveis é sensibilizar a sociedade sobre como estamos lidando com o desenvolvimento das nossas crianças", observa ela.

Gerusa explica que Jundiaí iniciou o processo dos indicadores conjuntamente à construção do Plano Municipal pela Primeira Infância levando em conta um estudo do epidemiologista inglês David Barker, que apontava que o impacto do investimento na primeira infância pode reduzir até 50% das doenças ao longo da vida.

"Com os dados vistos nos indicadores, conseguimos exigir dos gestores públicos e privados políticas e práticas que priorizem a primeira infância. As informações que produzimos e divulgamos ajudam a fortalecer a sociedade, promover mudanças e consolidar práticas positivas."

SAÚDE

O pediatra e pesquisador Saulo Passos observa que os dados do Observatório Jundiaí foram processados utilizando para seu cálculo parâmetros recomendados por entidades nacionais como Ministério da Saúde e internacionais como a PAHO (Organização Pan-Americana da Saúde) ou a OMS (Organização Mundial de Saúde).

"Os resultados apresentados permitem uma comparação com os referenciais de outras cidades, Estados, do Brasil e de outros países do mundo."

Para o médico, a produção do conhecimento que essas informações podem acarretar tem impacto direto na saúde pública. "Com esses dados podemos identificar um problema a ser estudado, pesquisar, encontrar as respostas para as dúvidas e propor medidas que podem ajudar a saúde de todos".

INVESTIMENTOS

De acordo com o prefeito Luiz Fernando Machado, o munícipio dá transparência a um trabalho voltado a fortalecer os investimentos em políticas públicas para as crianças. "Jundiaí se consolidou como a Cidade das Crianças, o que passa por educação, saúde e qualidade de vida. A menor taxa de mortalidade infantil da história de nossa cidade, o que só foi possível com investimentos maciços na rede pública de saúde."

O prefeito apoia-se em um plano ousado e necessário relacionado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) formulados pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A primeira infância é um dos 17 ODSs disponíveis no Observatório Jundiaí e que compõem uma proposta que já vem dando bons frutos.


Notícias relevantes: