Jundiaí

Passeios na quarentena são alívio para os pets

LAZER Cenário de pandemia e isolamento social não podem prejudicar a diversão dos animais


ALEXANDRE MARTINS
Francis D'Urbano acredita que o adestramento é bastante útil nos passeios com os animais de estimação
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Durante a pandemia, até os animais de estimação precisam relaxar, ter um momento de lazer e isto inclui os passeios diários. Em uma época em que é preciso ficar em casa, em especial os idosos, contratar pessoas que fazem este trabalho tem sido uma ótima pedida.

Aos 58 anos, Alécio Nunes, ex-agente de viagens, resolveu se dedicar aos passeios com os pets. Além da rotina de uma simples caminhada, ele também leva os pets às consultas médicas. "Durante Fase Amarela eu fazia passeios e trilhas na Serra e em parques, dependendo da região em que o dono mora e, se for necessário, os acompanho em avaliações clínicas ou exames", afirma.

Ele conta que tudo começou informalmente, mas que virou uma profissão. "Há 5 anos minha filha me deu um cachorro, o Willie. Ele passou a ser meu companheiro de viagens e caminhadas e foi aí que me encantei. O setor de turismo ficou bastante abalado com a pandemia, então vi uma oportunidade", diz.

O ex-agente de viagens já havia sido convidado para trabalhar em petshops, em outra época. "Eu prefiro atividades externas e agora tenho parceria com alguns petshops e faço o serviço de levar e trazer os pets, quando os donos estão ocupados", explica.

COMPORTAMENTO

Além dos passeios para desestressar o animal, o adestramento pode ajudá-lo durante o período de isolamento. O adestrador de cães Francis Marco D'Urbano, de 39 anos, presta serviços de treinamento e também leva os pets para passear.

"A parte do adestramento conta com aulas e orientações para adequar o comportamento do pet ao lar. Esse treinamento garante uma melhor convivência entre o dono e seu animal. Os passeios são para que os cães gastem energia e se divirtam, e eu também os faço quando o dono não tem tempo", diz.

Amante dos animais e com 17 anos de experiência, ele inclui no adestramento aulas e orientações para adequar o comportamento do pet ao lar. "Esse treinamento garante uma melhor convivência entre o dono e seu animal. Os passeios são para que os cães gastem energia e se divirtam, e eu também os faço quando o dono não tem tempo", diz.

Com os cursos que fez consegue saber sobre as necessidades do animal, em especial quando estão na rua. "Temos que ter conhecimento de tudo para saber o que fazer se o cão brigar, fugir ou se machucar", explica D'Urbano.

SERVIÇOS

Os passeios com Alécio Nunes podem ser agendados pelo telefone (11) 99242-9250

Os passeios e treinamentos
com Francis D'Urbano podem
ser agendados pelo telefone
(11) 98324-4379 ou instagram
@francisdurbano


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: