Jundiaí

Central de Monitoramento COVID-19 já realizou 37,7 mil ligações para acompanhamentos

Lançada em outubro de 2020 a Central de Monitoramento COVID-19 é responsável pelo acompanhamento da evolução dos casos suspeitos e confirmados


Divulgação
Central de atendimento para covid
Crédito: Divulgação

Lançada em outubro de 2020 a Central de Monitoramento COVID-19 é responsável pelo acompanhamento da evolução dos casos suspeitos e confirmados para a infecção causada pelo Novo Coronavírus e seus contatos, registrados em moradores de Jundiaí. Desde o início do funcionamento, o serviço realizou o monitoramento de 37794 pessoas. As ligações são realizadas durante o período ativo da doença, sendo possível realizar de 1 a 3 ligações por paciente. Com o foco no encaminhamento à avaliação médica em tempo oportuno, na sensibilização quanto a importância do isolamento, bem como na identificação de novos possíveis casos, o serviço é realizado por 25 profissionais da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) da Prefeitura de Jundiaí.

“O canal completa toda a arquitetura de enfrentamento montada em Jundiaí para o cuidado ao pacientes com COVID-19 ou com suspeita da doença. Após passarem por atendimento em uma das Unidades Sentinelas ou PAs Exclusivos, os casos identificados como de risco são encaminhados para o acompanhamento pela central, que irá realizar ligações periódicas, conforme a necessidade identificada para que o cuidado seja integral”, comenta o gestor da UGPS Tiago Texera.

Segundo a enfermeira Lígia De Lazzari Mazzo Becker, responsável pela coordenação do serviço “A Central de Monitoramentos tem um papel fundamental no acompanhamento dos pacientes que procuram nossos serviços de Saúde. Durante o monitoramento abordamos questionamentos técnicos para a prevenção e recuperação da Saúde no contexto da COVID, além de oportunizar um momento para esclarecimento de dúvidas e acolhimento emocional aos nossos munícipes. Atualmente trabalhamos com uma equipe composta exclusivamente por profissionais de saúde capacitados para esta abordagem, estruturando a oferta de um teleatendimento de qualidade, que além de ser diferencial ao munícipe, traz dados que podem subsidiar a Gestão para análise e tomada de decisões”.

 

 


Notícias relevantes: