Jundiaí

Dos 205 pacientes internados no HSV, 11% são do AUJ

O número de internados registrado em toda a rede de saúde (pública e privada) é de 458 pessoas


ARQUIVO JJ
Dos 458 pacientes internados em Jundiaí, 89% são residentes da cidade
Crédito: ARQUIVO JJ

Dos 205 pacientes internados na rede pública de saúde atualmente em Jundiaí, 22 são moradores dos outros seis municípios do Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ), o que representa 11% da internações, porém, de acordo com a Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) não houve crescimento na demanda das outras seis cidades do AUJ por leitos no setor público.

Na última semana não foi registrado nenhum paciente com covid-19 de outro município.

A microrregião de Saúde de Jundiaí conta com o referenciamento de Campo Limpo Paulista (para cidade sede, Jarinu e Várzea Paulista), Itupeva (cidade sede e Cabreúva) para os casos de solicitações de internação em leito de Unidade de Terapia Intensiva. Louveira não possui outros municípios de referência.

Com a estruturação de 26 leitos de enfermaria para assistência a pacientes covid-19 no Pronto-Atendimento (PA) Central, Jundiaí passa a dispor de até 272 leitos públicos exclusivos, sendo 103 em UTI e 169 em enfermaria, ofertados no Hospital São Vicente de Paulo, no PA Central e na UPA Vetor Oeste. A cidade vivencia platô da segunda onda, com quantidade constante de número de novos casos, com a tendência de manutenção para os próximos dias.

O número de internados registrado nesta segunda-feira (5), em toda a rede de saúde (pública e privada), é de 458 pessoas. O dado é inferior ao registrado há sete dias (525), mas ainda superior ao pico registrado no pior período do ano passado (247).

FILA DE ESPERA

Atualmente, com 91% de ocupação tanto nos leitos de UTI pública, quanto privada, Jundiaí não possui fila de espera para leitos de UTI covid.

Em Campo Limpo Paulista, dos 50 leitos de enfermaria exclusivos, 42 estão ocupados. Uma taxa de ocupação de 84%. Já dos 12 leitos de UTI, oito estão ocupados. Uma taxa de ocupação de 80%. Segundo informou a prefeitura, na UTI e enfermaria estão internados pacientes de Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista e Jarinu e não há fila de espera.

Em Várzea Paulista, o Hospital Municipal possui 16 pacientes internados e um paciente intubado. Além desses, há três solicitações para vaga de UTI na Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS).

A Prefeitura de Jarinu não registra fila de espera para leitos de UTI. Somente dois aguardam para transferência para enfermaria covid.

Cabreúva e Itupeva não responderam a demanda até o fechamento desta edição.

(Mariana Checoni)

 


Notícias relevantes: