Jundiaí

Demanda no Bom Prato Jundiaí aumenta em 62% após pandemia

ACESSÍVEL Pensando em economizar e realizar uma refeição de qualidade, o restaurante se adapta e continua oferecendo um ótimo serviço para a população


         ALEXANDRE MARTINS
Silvio Fernandes Teodoro almoça quase todos os dias no Bom Prato
Crédito: ALEXANDRE MARTINS

Com um média de 15.750 refeições por semana, o que significa 2250 por dia, incluindo café, almoço e jantar, o Bom Prato de Jundiaí teve um aumento de 62% em sua demanda média de 9.750 após a chegada da pandemia.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social, órgão do governo do Estado que administra o restaurante, o período fez com que muitas famílias e pessoas que perderam o emprego procurassem alguma unidade para se alimentar. Em Jundaí pessoas em situação de rua recebe um cartão para ter a refeição de graça.

Para a estudante Cristina Pereira da Silva, de 44 anos, a qualidade da comida é o grande diferencial do Bom Prato, mas o preço do prato, a R$ 1 também é uma vantagem. "Eu venho várias vezes aqui, no café da manhã e no almoço, pois é uma ótima alimentação, uma comida boa e bem balanceada. Eu amo", diz.,

O auxiliar de cozinha Silvio Fernandes Teodoro, de 44 anos, vai quase todos os dias almoçar no Bom Prato. "É uma comida boa, de qualidade, com um preço acessível para todos e o atendimento também é muito bom", comenta.

Com poucos locais de comércio funcionando, Teodoro afirma que houve uma diminuição do fluxo de clientes, reduzindo as filas e facilitando a retirada das marmitas. "Por causa dessa pandemia reduziram minhas horas de trabalho e meu salário, então venho aqui justamente para ajudar a economizar mais. E assim, conseguir pagar minhas contas", conta.

CUSTO E BENEFÍCIO

O Bom Prato é um programa social que foi criado em 2000 pelo governo do Estado de São Paulo, com o objetivo de oferecer à população de baixa renda refeições saudáveis, de alta qualidade e a custo acessível.

O aposentado Jorge Pedro da Silva, de 66 anos, sempre faz uma parada no restaurante quando é caminho do seu dia-a-dia. "Uma vez ou outra por semana, quando preciso resolver algumas coisas no Centro e passa do horário de almoço em casa, eu dou passada no Bom Prato, que é uma grande ajuda, uma grande força pra gente", comenta.

De acordo com a a Unidade de Gestão e Desenvolvimento Social (UGADS) há um cartão disponibilizado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (SEDS) que garante gratuidade para as refeições do restaurante Bom Prato do Município.

Se trata de um benefício inteiramente custeado pelo governo do Estado e tem validade somente no restaurante da rede no Município em que foi entregue.

Tem direito ao benefício quem é cadastrado e referenciado pela rede socioassistencial do Município e a entrega tem sido feita tanto no Centro Pop, quanto pelo Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS) durante as buscas ativas pelo Município.

Os cartões são válidos até, pelo menos, o dia 30 de abril, mas prazo pode ser prorrogado pela SEDS conforme o andamento da pandemia. E

Eles garantem a gratuidade nas três refeições diárias inclusive aos finais de semana e feriado. A UGADS informa também a iniciativa foi lançada pela primeira vez em julho do ano passado, ocasião em que a Prefeitura de Jundiaí fez adesão para a distribuição do benefício, que foi agora retomado novamente pela SEDS.


Galeria de Fotos


Notícias relevantes: