Jundiaí

Câmera de monitoramento da CCR Autoban flagra papagaios na Rodovia dos Bandeirantes, em São Paulo

Flagrante aconteceu na manhã desta segunda (12), próximo à Marginal Tietê, na capital


Divulgação
Dois papagaios foram vistos em frente ao equipamento do km 13 da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348)
Crédito: Divulgação

Uma câmera de monitoramento de tráfego da CCR Autoban filmou, na manhã desta segunda-feira (12), por volta das 6h50, dois papagaios verdadeiros (Amazona Aestiva) em frente ao equipamento do km 13 da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), próximo à Marginal Tietê, em São Paulo.

O flagrante é o quarto deste mês de abril, cerca de uma semana depois de as câmeras de monitoramento filmarem três espécies de aves em diferentes pontos do Sistema Anhanguera-Bandeirantes: papagaios em São Paulo, e tucano e pica-pau do campo, em Campinas. No sábado (3), por volta das 7h30, dois papagaios pousaram em frente ao equipamento do km 13 da Via Anhanguera (SP-330), em São Paulo. Já no domingo (4), perto das 8h40, um tucano ficou em frente à câmera do km 1 da Rodovia Adalberto Panzan (SPI102/330) e um pica-pau do campo foi flagrado, por volta das 10h, na altura do km 92 da SP-330, em Campinas.

Atualmente o Sistema Anhanguera-Bandeirantes conta com 106 câmeras de monitoramento de tráfego, capazes de cobrir quase 100% do trecho administrado pela CCR Autoban, concessionária que integra o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, gerenciado pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

Projeto Guardiões da Mata

Preocupada com a preservação da biodiversidade da região ao entorno das rodovias Anhanguera e Bandeirantes, a CCR Autoban firmou parceria em 2009 com a Associação Mata Ciliar, por meio do Projeto Guardiões da Mata. Com a parceria, todo animal silvestre resgatado no Sistema Anhanguera-Bandeirantes é encaminhado à ONG, com sede em Jundiaí, para ser reabilitado e reintegrado à natureza. Com o projeto, a concessionária também aprimora a capacitação de 140 colaboradores que atuam diretamente no resgate dos animais das pistas, além de atuar na educação ambiental das comunidades sob sua influência a fim de contribuir para a preservação da fauna e da flora regional.


Notícias relevantes: